Mercado Medieval adiado devido à previsão de chuva

0
1356

O Mercado Medieval de Pombal, agendado para o próximo fim-de-semana, foi adiado para o início do mês de Maio, devido à previsão de “condições meteorológicas adversas”, informou a vereadora da Cultura da Câmara Municipal.
Ao falar no âmbito da habitual reunião de Câmara, realizada na tarde desta segunda-feira, Ana Gonçalves, comunicou que a organização – a cargo do município e da Associação de Desenvolvimento de Iniciativa Locais – decidiu adiar a realização do evento previsto para o Castelo de Pombal. “Queremos que este evento mantenha o sucesso das edições anteriores”, disse a autarca, considerando que a previsão de chuva poderia impedir a adesão do público.
No entender de Ana Gonçalves, “não é justo fazer um investimento elevado, tanto da parte da organização, como dos mais de 60 expositores inscritos, e depois não ter público”.
Assim, o Mercado Medieval, que se realiza desde há alguns anos no Castelo da cidade, foi reagendado para o primeiro fim-de-semana de Maio (dias 4, 5 e 6), que antecederá o Festival Pombalino e Estátuas Vivas já programado para os dias 18, 19 e 20 do mesmo mês.

Partilhar
Artigo anteriorDois jovens feridos em acidente no IC2 nos Matos da Ranha
Próximo artigoDA ILUSTRE TERRA DO MARQUÊS | Um cidadão do mundo
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.