“Os Desafios da Democracia” em conferência com Fátima Campos Ferreira e António Barreto

0
1073

“Os Desafios da Democracia” é o tema de mais uma conferência organizada pelo Município de Pombal, no âmbito das celebrações dos 50 anos do 25 de Abril. O debate é conduzido pela jornalista Fátima Campos Ferreira e terá como convidado o sociólogo António Barreto.

O evento está agendado para o próximo sábado, dia 20 de Abril, às 17h30, e terá lugar na Biblioteca Municipal.

Fátima Campos Ferreira é conhecida pelo seu trabalho na área do jornalismo, nomeadamente político. Tem uma carreira vasta e premiada.

Por sua vez, o sociólogo António Barreto, uma das vozes mais influentes no panorama intelectual português, tem uma carreira dedica à investigação, dedicada sobretudo a temas como a emigração, socialismo e reforma agrária, evolução da sociedade portuguesa, indicadores sociais, justiça, regionalização, Estado e Administração Pública, Estado Providência, comportamentos políticos e retrato da região do Entre Douro e Minho.

É cronista do jornal Público desde 1991. Pelo seu contributo como investigador, político e colaborador na imprensa, foi galardoado com o Prémio Montaigne, atribuído pela Fundação Alfred Toepfer e pela Universidade de Tübingen, em 2004, e foi eleito membro da Academia das Ciências de Lisboa, em 2008.

Na esfera política, foi militante do Partido Comunista até 1968. Era Consultor das Nações Unidas aquando da revolução de 25 de Abril de 1974 e, depois disso regressou a Portugal, tornando-se no ano seguinte professor nas Universidades Católica e Nova de Lisboa.
Ingressou no Partido Socialista (PS), foi deputado à Assembleia Constituinte e à Assembleia da República (1985-1991), tendo tido a seu cargo, no I Governo Constitucional, a pasta do Comércio e Turismo, que acumulou com a da Agricultura e Pescas de novembro de 1976 a 1978. Em Setembro de 1978, abandonou o PS, fundando em 1979 o Grupo dos Reformadores.

A conferência deste sábado pretende ser um espaço de reflexão e debate sobre os caminhos e desafios que a democracia enfrenta no contexto actual.

A entrada é gratuita e aberta ao público.