Militares da GNR injuriados e agredidos na Guia

0
6210

Três militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) tiveram de ser observados no Hospital Distrital de Pombal depois de terem sido agredidos por um homem de 59 anos. O caso aconteceu na manhã deste domingo, 19 de Fevereiro, em Outeiro Martinho, no limite da freguesia do Louriçal e da União das Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca.
Segundo disse ao nosso jornal o Comandante do Destacamento Territorial da GNR de Pombal, tenente Diogo Mendes, a situação ocorreu pouco antes do meio-dia no âmbito de uma “acção de fiscalização” considerada normal. Os militares que estavam a efectuar patrulhamento, detectaram uma infracção e abordaram o homem que conduzia um automóvel. No entanto, o condutor “reagiu mal ao saber que ia ser autuado” e acabou por injuriar e agredir os militares.
Uma outra patrulha que estaria próxima, deslocou-se ao local, tendo um dos militares também sido vítima da fúria do indivíduo, a quem foi dada de imediata “ordem de detenção”, sendo transportado ao Posto Territorial da GRN da Guia.
Ainda segundo Diogo Mendes, os militares, que sofreram ligeiras escoriações, foram assistidos pelos Bombeiros Voluntários de Pombal sido transportados ao hospital, “apenas para observação e por precaução”, tendo tido posteriormente alta. Já o alegado agressor recusou receber assistência hospitalar.
Depois de elaborado o respectivo Termo de Identidade e Residência (TIR) no âmbito da constituição de arguido, o homem foi devolvido à liberdade, apesar de ter sido notificado para comparecer em tribunal amanhã, terça-feira.

Partilhar
Artigo anteriorCampeão do mundo troca o desporto pela serralharia por falta de apoios
Próximo artigoFigueiró dos Vinhos candidata aldeia às “7 Maravilhas de Portugal”
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.