CARTAS POMBALINAS | A relevância das redes sociais de proximidade

0
159

Vivemos tempos de mudança e assistimos a uma sociedade que enfrenta inúmeros desafios nos mais variados domínios, nomeadamente, no que concerne à promoção da coesão social da nossa comunidade.
Nestes termos, para fazer face a este desígnio coletivo, importa realçar o contributo das diversas dinâmicas sociais que vão sendo desenvolvidas no nosso território, como é o caso do Projeto Rosa dos Ventos – CLDS 3G Pombal, que terminou no passado dia 12 de outubro e que tinha como principal objetivo “promover a inclusão social dos cidadãos, através de ações, a executar em parceria, que permitissem contribuir para aumento da empregabilidade, para o combate das situações críticas de pobreza e exclusão social em territórios vulneráveis.”
Este foi um projeto que acompanhei de perto desde a sua criação e com maior intensidade no último ano, pelo que, não posso deixar de realçar o impacto positivo no nosso território. Uma das mais-valias mais visíveis deste projeto verifica-se na rede de parcerias que permitiu desenvolver muitas atividades relevantes, sendo que, algumas delas manter-se-ão de forma regular na nossa comunidade.
Realço, a este pretexto, de entre os vários projetos que mereceriam destaque, o fomento da nova Associação de Artesãos de Pombal que veio dar uma nova visibilidade a um importante sector de atividade da nossa economia local ou a dinamização dos diversos projetos vocacionados para o envelhecimento ativo que foram acarinhados pelas várias freguesias do nosso concelho.
Muitas outras iniciativas implementadas mereceriam o nosso aplauso, pelo que, fica o nosso reconhecimento a todas as técnicas do CLDS3G e à APEPI, destacando as mais-valias das parcerias que desenvolveram e os projetos de intervenção comunitária que se mantêm no nosso território, na firme esperança que este projeto possa ter continuidade!
O corrente ano de 2018 fica também marcado pela implementação das Comissões Sociais de Freguesia por todo o território, fruto de uma aposta estratégica do Município de Pombal em alargar esta rede a todo o concelho e tendo como exemplo de boas práticas a pioneira Comissão Social de Freguesia da Guia, detentora de um historial relevante nesta matéria.
Apesar de ainda estarmos todos a dar os primeiros passos neste domínio, não tenho a menor dúvida que esta é uma aposta ganha pelo espírito de cooperação e articulação que consegue ser promovido a um nível de maior proximidade, o que produz ganhos de eficácia na resolução de problemáticas sociais e contribui para consolidar a robustez social da nossa comunidade, intervindo numa lógica de complementaridade com o trabalho que é diariamente desenvolvido pelas várias instituições que integram a nossa dinâmica rede social.

Nota final: No passado fim-de-semana, vivemos tempos particularmente difíceis com a passagem do furacão Leslie pelo nosso território, com prejuízos graves para muitos concidadãos. Apesar de todas as contrariedades, há um aspeto a destacar e que se prende, mais uma vez, com o espírito solidário da nossa população. Isso mesmo pude constatar logo na madrugada de sábado para domingo no apoio que nos deram na remoção de árvores e demais obstáculos das vias públicas, tal como, durante todo o dia de domingo com muitas pessoas e instituições a disponibilizarem-se para ajudar nas ações de restabelecimento da normalidade. Convém ainda destacar, a este pretexto, o papel decisivo dos nossos bombeiros na pronta resposta às situações mais problemáticas, assim como, a imprescindibilidade da intervenção das autarquias locais e seus operacionais nesta positiva relação de proximidade com o nosso território que convém salientar.

Um forte abraço amigo,
Pedro Pimpão
pedropimpao@gmail.com

Partilhar
Artigo anteriorO PERFUME DA SERPENTÁRIA | A minha casinha*
Próximo artigoBiblioteca de Pombal disponibiliza novas tecnologias aos utentes
Pedro Pimpão é natural de Pombal, tem 36 anos, é casado e tem dois filhos. É advogado de profissão e actualmente desempenha as funções de deputado à Assembleia da República, tendo sido eleito pelo círculo eleitoral de Leiria. É Presidente da Assembleia de Freguesia de Pombal, membro da Assembleia Municipal de Pombal e membro da Assembleia Intermunicipal da Região de Leiria. É licenciado em Direito pela Universidade Coimbra, contando com Pós-Graduações em Direito Administrativo, Gestão Autárquica, Direito dos Contratos Públicos e Direito Municipal Comparado Lusófono. É Mestrando em Ciência Política pelo ISCSP – Universidade de Lisboa.