Município de Ansião aprova investimentos de 4,7 milhões em saneamento

0
68

A Câmara de Ansião aprovou por unanimidade, em reunião do executivo, os projectos de execução das redes de saneamento de Santiago da Guarda e Alvorge, num investimento a rondar os 3,6 e 1,1 milhões de euros, respectivamente.
O projecto tem como objectivos “a execução da rede de drenagem de águas residuais domésticas, a implementação de diversas medidas mitigadoras do forte impacto numa zona hídrica sensível e a diminuição da forte pressão urbanística sobre a referida zona sensível”, refere a autarquia.
No caso de Santiago da Guarda, o investimento prevê a implantação de 30,3 quilómetros de colectores gravíticos de saneamento de águas residuais, três estações elevatórias, três condutas elevatórias com extensão de 0,87 quilómetros, 842 ramais domiciliários, servindo um acréscimo de 1.707 habitantes representando um incremento de 13% de população servida.
Quanto a Alvorge, o investimento prevê a implantação de 5,58 quilómetros de colectores gravíticos, três estações elevatórias, três condutas elevatórias com extensão de 2,50 quilómetros, abrangendo 275 ramais domiciliários, abrangendo 1.056 habitantes, um incremento de 8% da população servida.
Segundo o presidente da Câmara Municipal, as execuções destes dois investimentos estarão a cargo da recém criada empresa intermunicipal, cuja constituição está dependente da emissão do visto do Tribunal de Contas.

Partilhar
Artigo anteriorTerras de Sicó com 650 mil euros para apoiar investimentos
Próximo artigoConclusão das obras nos Governos e Vinagres adiada para Julho
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.