Conclusão das obras nos Governos e Vinagres adiada para Julho

0
350

A conclusão das obras de requalificação urbana dos Governos e Vinagres, na periferia da cidade de Pombal, foi adiada para 28 de Julho, depois de a Câmara Municipal ter aprovado a prorrogação do prazo solicitada pelo empreiteiro. As obras, adjudicadas por mais de 1,8 milhões de euros, deveriam ter sido terminadas a 28 de Fevereiro passado.
A autarquia reconheceu que no decorrer dos trabalhos foram surgindo trabalhos imprevistos nas diversas infra-estruturas que levaram à necessidade de proceder a alterações na implantação de outras, bem como na dificuldade em intervir em determinadas zonas por os proprietários não autorizarem.
Reconhece, igualmente, que o empreiteiro teve dificuldade em subcontratar mão-de-obra especializada para executar trabalhos de calcetamento, e que, entre outros argumentos, na rua principal dos Governos, houve uma paragem na colocação de lanchil por os moradores levantarem dificuldades quanto á entrada e saída de veículos das respectivas garagens, devido ao arruamento passar a ter sentido único.
A deliberação do executivo consiste em conceder uma prorrogação legal de 90 dias e uma prorrogação graciosa de 60 dias.

*Notícia publicada na edição impressa de 14 de Março

Foto: Arquivo
Partilhar
Artigo anteriorMunicípio de Ansião aprova investimentos de 4,7 milhões em saneamento
Próximo artigoGerente da Casa Líder distinguido como “Profissional do Ano”
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.