TAP junta várias áreas da cultura na Praça das Letras

0
808
A vereadora Ana Gonçalves com Humberto Pinto e Elsa Silva, do TAP

O evento, que decorrerá sábado e domingo na Praça Faria da Gama (popularmente designada como praça das galinhas), em plena zona histórica da cidade, será “uma mais valia para o território”, conforme afirmou a vereadora da Cultura da Câmara de Pombal, Ana Gonçalves, na apresentação pública da iniciativa.

Na ocasião, a autarca felicitou o TAP pelo “contributo que tem dado à cultura”, desejando que “continue nesta senda de qualidade e a oferecer espectáculos que dinamizem a vertente cultural”. Ana Gonçalves felicitou, igualmente o TAP, pela sua nova produção “Lusíadas?” e pelo espectáculo solidário a favor das vítimas do trágico incêndio no Norte do distrito que permitiu angariar cerca de 2.100 euros.

Segundo Humberto Pinto, do TAP, a Praça das Letras juntará um grupo de “amigos” do grupo, o que permite oferecer um “vasto programa de actividades” com um orçamento global de 2.500 euros. Um investimento do próprio Teatro Amador apoiado pela Junta de Freguesia e do Município de Pombal.

O evento arranca ao final da tarde (18 horas) de sábado, dia 15, com a apresentação e sessão de autógrafos, numa conversa moderada pelo escritor Paulo Moreiras e que contará com a presença de alguns escritores, estando já confirmada a participação de Cristina Drios. Segue-se “Shot Stories”, a cargo do actor e contador de histórias Francisco Gomes. “Vai contar cinco histórias à volta das bebidas alcoólicas e todas as surpresas que estas podem trazer”, refere Humberto Pinto, adiantando que este espectáculo decorrerá na “Leitaria da Praça”. O dia culminará com o espectáculo de marionetas “Objectosfera” de Rui Sousa com a participação de João Silva, do projecto musical “a Jigsaw”.

No domingo, pelas 18 horas, haverá uma sessão de autógrafos com ilustradores e autores de banda desenhada, designadamente André Caetano e Sérgio Marques. Às 19h30 horas actuará o “Zé Mágico” com “O quê?”. “Criando momentos impossíveis de compreender surge uma atmosfera mágica, que acaba por palmear todas as cabeças dos espectadores, despoletando a imaginação dos mais pequenos e dos mais velhos, mostrando-lhes que nem tudo na vida tem de ter explicação”, lê-se na respectiva sinopse. A “Praça das Letras” encerrará, pelas 22 horas, com o cine-concerto de Charlie Mancini, .

Onde o compositor residente em Sines, Charlie Mancini apresenta o seu cine-concerto ao ar livre, no qual vai musicar o filme “Seven Chances” de Buster Keaton.

Humberto Pinto, actor e dirigente do Teatro Amador de Pombal, aproveitou para anunciar a realização, no mês de Agosto, da terceira edição do iTi – improviso de Teatro ibérico, uma iniciativa transfronteiriça de criação artística que tem por base o improviso e a partilha de experiências criativas entre grupos de teatro, actores, encenadores e produtores de Espanha e Portugal, com um espectáculo dirigido à comunidade.

Partilhar
Artigo anteriorDupla pombalense entre as melhores da Europa
Próximo artigoTerras de Sicó tem 1,7 milhões para apoiar negócios
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.