Bebé de três meses morre na Guia

0
622

Um bebé de apenas três meses de idade morreu ao final da manhã de ontem, quarta-feira (22 de Novembro), na Guia, na região Oeste do concelho de Pombal. As causas do trágico falecimento deverão ser apuradas após a realização da respectiva autópsia realizada no Gabinete Médico-Legal e Forense de Coimbra.
O alerta chegou à central dos Bombeiros Voluntários de Pombal, através do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), tendo sido accionada uma ambulância de socorro da Companhia do Oeste, bem como a ambulância Suporte Imediato de Vida (SIV) e uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
À chegada os socorristas depararam-se com a criança em paragem cardiorrespiratória e com a sua mãe a efectuar manobras de reanimação. Apesar do esforço, os elementos de emergência médica não conseguiram reverter a situação, tendo o óbito sido declarado no local.
De acordo com Paulo Albano, comandante dos Bombeiros Voluntários de Pombal, desconhecem-se as causas que originaram a paragem cardiorrespiratória que acabou por ser fatal para a criança. Causas dessas que deverão ser esclarecidas após os exames forenses ao cadáver.
Entretanto, os familiares do bebé, que era o segundo filho de um casal com cerca de 30 anos, foram acompanhados por uma equipa de psicólogos do INEM.

Partilhar
Artigo anteriorA ESQUERDA EM POMBAL | Por Raul Testa
Próximo artigo“Vi coisas muito bonitas dentro de um ambiente de tanta pobreza”
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.