Pombal celebra 47º aniversário da revolução de Abril

0
319

O Município de Pombal vai celebrar o 47º aniversário do 25 de Abril de 1974, com um programa de actividades condicionado devido à actual situação pandémica.

Depois de hasteadas as bandeiras no edifício dos Paços do Concelho, segue-se uma evocação ao capitão de Abril, Salgueiro Maia, junto ao seu busto, no Largo Salgueiro Maia (Foto: Arquivo 2020)

Às 10h00 serão hasteadas as bandeiras no edifício dos Paços do Concelho, seguindo-se uma evocação ao capitão de Abril, Salgueiro Maia, junto ao seu busto, no Largo Salgueiro Maia. Seguir-se-á uma apresentação pública nas redes sociais do Município do videoclipe “Pombal canta abril”, com artistas pombalenses, tendo sido gravados dois temas musicais: “A morte saiu à rua” (José Afonso) e “Flor sem tempo” (Paulo de Carvalho). Antes, na sexta-feira, 23 de Abril, a Casa Varela – Centro de Experimentação Artística apresentará, em duas sessões, “Perception”, de autoria de Nuno Mika Studio. No sábado, 24 de Abril, às 11h30, será a vez de o Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas Manobras – Primavera 2021 apresentar, no Largo do Cardal, o espectáculo circense “CRASSH_DUOCIRCUS”.

Por sua vez, “Trazemos à Memória… o 25 de Abril em Pombal contado pelos documentos” é a exposição que o Arquivo Municipal terá patente ao público até 30 de Maio. Trata-se de uma mostra documental que aborda como o 25 de Abril foi vivido em Pombal. As actas das reuniões de Câmara de 30 de Abril de 1974; de 7 de Maio, última reunião dos presidente e vice-presidente Francisco Manuel de Menezes Falcão e José Augusto Vieira, respectivamente, realizada conjuntamente com o Conselho Municipal; a acta da reunião de 14 de Maio, presidida por José Maria Capeto Alvarez, designado por alvará do Governador Civil de 11 de Maio de 1974, e a acta da reunião de 19 de Junho de 1974, da instalação da primeira Comissão Administrativa Municipal da democracia, nomeada por Portaria de 14 de Junho e cuja posse foi dada no Governo Civil de Leiria a 18 de junho, presidida por Manuel das Neves Mendes Pimentel.
A mostra integra, ainda, um conjunto de fotografias que retratam os acontecimentos vividos na então vila de Pombal, no 1 de Maio, onde podemos destacar, de entre inúmeras personalidades locais ligadas à luta pela democracia, a presença dos capitães de Abril, Salgueiro Maia, figura incontornável da revolução de abril, e do pombalense Ferreira da Silva.