TAP promove Oficina de Teatro para captar talentos

0
258

O Teatro Amador de Pombal (TAP) vai iniciar o novo ano a realizar mais uma Oficina de Teatro, a terceira edição. Para além de ser uma formação de curta duração, a iniciativa pretende, ainda, captar novos talentos que poderão juntar-se aos cinco actores, saídos de oficinas anteriores, e que integram o elenco do TAP na peça “Lusíadas”.
Com uma duração total de 30 horas, a Oficina de Teatro iniciar-se-á a 4 de Janeiro, tendo como formadores Filipe Eusébio, Ígor Lebreaud, Marcos Sans e Tiago Poiares. A 3 de Fevereiro, às 17 horas, será apresentado o exercício final no Teatro-Cine, com entrada livre.
“A oficina pretende ser uma formação curta de iniciação ao teatro, com uma forte componente lúdica através de jogos teatrais, propondo aos participantes uma abordagem concentrada e divertida ao jogo teatral e ao trabalho do actor”, diz o grupo.
Com um número máximo de 15 formandos, a iniciativa é aberta a todas as pessoas maiores de 16 anos, “simples curiosos, amantes do teatro, com ou sem experiências em teatro”, mediante o pagamento de um valor de 15 euros para estudantes e desempregados e de 25 euros para os restantes.
A Oficina de Teatro foi apresentada em conferência de imprensa, que contou com a participação de Ana Gonçalves, vereadora da Cultura da Câmara Municipal, e Nelson Pedrosa, tesoureiro da Junta de Freguesia de Pombal, que enalteceram o trabalho desenvolvido pelo TAP na promoção da cultura e do teatro em especial.
O encontro com os jornalistas serviu, também, para apresentar o programa da sexta edição do Encontro de Teatro, a realizar nos dias 11, 12 e 13 de Janeiro.
Com uma entrada a custar dois euros por pessoa, o evento arranca no dia 11 com o grupo organizador a subir a palco com a peça “Romeu e Julieta”, com encenação de José Carlos Garcia e Nádia Santos. No dia seguinte, será a vez das companhias “De La Burla Teatro”, de Cáceres (Espanha) e “Ajidanha”, de Idanha-a-Nova, apresentarem a peça “Os Miseráveis”, com encenação de José Carlos Garcia. O Encontro de Teatro de Pombal desce o pano ao final da tarde do dia 13 com “O Anexo”, levado à cena pela “Ajidanha”, com encenação de Nádia Santos.
Entretanto, o TAP está a preparar uma nova produção, encenada por Sara de Castro, que deverá ter estreia a 13 de Julho do próximo ano.

Partilhar
Artigo anteriorOrçamento Participativo com recepção de projectos
Próximo artigoESPAÇO À JUSTIÇA | Extradição – Portugal e Brasil
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.