Idosos juntam-se para oferecer abraços

0
1000

Utentes, funcionárias e directoras técnicas de dois lares de idosos juntaram-se, no dia 10 de Fevereiro, para abraçar os transeuntes do Centro Comercial de Pombal. A Residência São Barnabé e a Residência Sénior Flor da Serra associaram-se numa iniciativa que aconteceu no Pombal Shopping, para assinalar um dia que faz parte da Semana dos Afectos.

“Podemos ter tudo, mas não vivemos sem carinho e sem amor”, assinalou a animadora sócio-educativa da Residência São Barnabé, Margarida Feliciano. “Numa fase em que as pessoas estão em decadência e regressão é ainda mais importante o afecto, venha ele de onde vier”. Afinal o objectivo da tarde era o de distribuir abraços por aqueles que passavam, como forma de advertir para a urgência dos afectos.

“O abraço transmite a partilha de energias positivas”, mencionou Margarida Feliciano. O sítio escolhido foi o Centro Comercial Pombal Shopping: “é uma forma de sensibilizar os outros de que todos nós, independentemente da idade, necessitamos de afectos”. A discriminação desta faixa etária mais débil também mereceu a atenção da animadora sócio-educativa: “nestes locais públicos passa-se com alguma indiferença. Queremos sensibilizar para que as pessoas dêem mais atenção aos idosos.”

A directora técnica da Residência Sénior Flor da Serra, Liliana Oliveira, quis sublinhar a importância da acção: “o amor não tem rugas, não tem idades, não tem cor e a partilha do abraço é a forma de demonstrar onde começa o amor”. A partilha, o respeito e o toque foram alguns dos motivos que explicaram o “porquê” do abraço. “A mensagem é a de deixarmo-nos ser tocados e o toque em todo o sentido”.

“O facto de eles se encontrarem com outros idosos que não conhecem, é muito bom. Receber atenção é essencial. Ainda há muito o preconceito de eles não quererem ser tocados, daí a ideia do abraço”, declarou a directora técnica da Residência São Barnabé, Joana Faria.

A residência Sénior Flor da Serra dispõe de um lar e de um centro de dia. Conta com 15 utentes no centro de dia e tem capacidade para 40 em estrutura residencial. A residência S. Barnabé tem apenas lar e, neste momento, conta com 26 utentes.

Ana Isabel Mendes

Notícia publicada na edição n.º50, de 19 de Fevereiro