DESTAQUE | Natal à Mesa

0
547

Natal é sinónimo de longas horas à mesa, passadas no aconchego da família, por entre os pratos que se servem, ano após ano, com o selo da tradição que se renova de geração em geração, mas que também se reinventa, oferecendo novos sabores à Consoada. Mais do que o que levamos para a mesa, o importante é o espírito que se cultiva à volta dela.
Nesta edição, desafiámos seis convidados a partilharem connosco alguns dos pratos que dão um colorido especial ao Natal de cada um deles. E há sugestões irresistíveis e para todos os gostos: dos pratos mais elaborados, passando pelas imperdíveis sobremesas, algumas delas a pensar naqueles que não podem abusar nos açúcares, não falta também uma proposta para quem segue uma alimentação vegetariana ou vegan. 

 

CUPCAKES DE CHOCOLATE COM MOUSSE

por Adriana Marques | Nutricionista

Natal é época de amor, de ternura, de paz e doçura e, como tal, a minha sugestão natalícia não podia deixar de ser uma sobremesa, no caso Cupcakes de Chocolate. É uma receita vegetariana, sem recurso a alimentos de origem animal, porque se falamos de amor não faria, pelo menos para mim, sentido de outra maneira.
Procurei trazer-vos algo simples de preparar e com ingredientes que encontram facilmente ao vosso dispor. Tanto para a cobertura como para a massa do bolo basta reunirem os ingredientes nas quantidades indicadas e, com excepção de um ou outro passo, envolver bem. Podem optar por fazer apenas um bolo e a cobertura pode ser servida à parte como se fosse uma mousse, caso prefiram. Esta é uma das minhas receitas preferidas e por isso espero que gostem.
Num ano em que tanta coisa nos foi tirada, desejo que encontrem o conforto no olhar dos que mais amam. Que as limitações não vos impeçam de sorrir e que consigam, ao jeito de cada um, ser felizes. Vamos, unidos, ter esperança num ano melhor. Votos de um Feliz Natal.

Ingredientes para o bolo:
– 2 chávenas de farinha de trigo
– 1 chávena de açúcar amarelo (se preferir algo mais doce coloque duas)
– 2 terços de chávena de cacau magro
– 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
– 1 pitada de sal
– 1 chávena de água morna
– 1 chávena de bebida vegetal de soja
– 1 colher de sopa de extracto de baunilha
– 1 terço de chávena de azeite
– 1 colher de sopa de vinagre

Modo de preparo:
1. Pré-aqueça o forno a 190º
2. Numa taça coloque todos os ingredientes e mexa bem.
3. Adicione a água, bebida vegetal, azeite e vinagre.
4. Misture tudo com o auxílio de uma espátula e até a massa ficar homogénea.
5. Coloque a massa em formas individuais de cupcakes.
6. Leve ao forno por 30 a 40 minutos.
7. Antes de retirar confirme se a massa está cozida.
8. Retire e deixe arrefecer.

Ingredientes para a mousse (cobertura):
– 200 g de Chocolate 70% cacau
– 400 g de batata doce (pesada em crú)
– 200 ml de bebida vegetal
– 2 colheres de sopa de agave

Modo de preparo:
1. Lavar as batatas e descascar.
2. Cortar em cubos.
3. Aquecer água num tacho e quando começar a ferver juntar a batata.
4. Deixar cozer por 10 minutos.
5. Derreter o chocolate em banho-maria.
6. Num processador juntar a batata, o chocolate derretido, a geleia de agave/mel e a bebida vegetal.
7. Triturar até ficar creme sem grumos.
8. Deixar arrefecer e colocar por cima dos cupcakes. Acrescentar amêndoa laminada e framboesas para decorar.

*P.S. – Pode também utilizar esta mousse para comer como doce de colher.

 

BOLACHAS DE NATAL DA AVÓ MINA

por Daniela Gameiro | Gerente de Loja

Ingredientes:
375gr de manteiga
500 gr farinha
190 gr açúcar
5 gemas
2 gr de aroma de baunilha em pó
1 pitada de canela
(Ovos e manteiga em temperatura ambiente)

Preparação:
Numa taça juntar a farinha, açúcar, baunilha e canela e envolver.
Adicionar as gemas e a manteiga e amassar com as mãos até a massa ficar consistente.
Formar uma bola com a massa e envolvê-la em película aderente, de seguida colocar no frigorífico durante 1hora.
Após retirar a massa do frigorífico, estender a massa com um rolo numa superfície lisa e polvilhada previamente com um pouco de farinha.
Estender a massa até esta ficar com uma altura de +/- 5 mm, polvilhe a massa com açúcar em pó para as formas das bolachas não pegarem e corte as bolachas com as suas formas preferidas.
Disponha-as no tabuleiro em cima de papel vegetal.
Pré aquecer o forno a 180° e colocar o tabuleiro com as bolachas durante 15 min.
Retirar do forno e deixar arrefecer.

Ingredientes do glacé:
3 gotas de limão
5 colheres de água
Açúcar em pó
Corante

Preparação:
Colocar numa taça 3 gotas de limão, 5 colheres de sopa de água e ir acrescentando o açúcar em pó até ficar com uma boa consistência para barrar.
Posteriormente, é só juntar o corante a esta mistura de forma a obter a cor desejada para decorar as suas bolachas de Natal.
Notas: pode ainda decorar as suas bolachas com bolinhas coloridas, raspas de amêndoa, raspas de chocolate entre outros.

O Natal é uma época mágica por excelência, altura de celebrações e tradições que nos alegram e aquecem a alma.
Uma das tradições da nossa família é a confecção das bolachinhas de Natal da Avó Mina. Esta é apenas uma das dezenas de receitas que passam de geração em geração e unem miúdos e graúdos na cozinha da matriarca, onde a conquista se faz não só no paladar, mas nos nossos corações.
Desejamos a todos um doce e Feliz Natal e desejamos que se lembrem que as melhores coisas da vida não são coisas.

 

ESTRELAS DOCES DE NATAL

por Lídia Ribeiro | Professora

Nesta quadra festiva, convido-vos a preparar um prato para mantermos as saborosas tradições associadas a esta época. Embora o Natal de 2020 seja forçosamente diferente, não deixaremos de o festejar e podemos oferecer um miminho aos nossos familiares e amigos, na forma de um doce feito com carinho.
Na mesa natalícia, os doces tradicionais costumam marcar presença, assim como algumas sobremesas de influência estrangeira, fruto das nossas vivências. Assim, muitas vezes, convivem, lado a lado, o Bolo-Rei e a Galette des Rois, entre outras iguarias! É uma boa opção juntar-lhes estas Estrelas Doces de Natal, realizadas com frutos tropicais, facilmente disponíveis, e que vão iluminar a nossa noite. O coco, duplamente representado, e o abacaxi, com a majestade da sua coroa, transportam-nos para climas quentes e aquecem o coração, antevendo a alegria dos abraços reencontrados. Não deixemos de sonhar!
Se o desejarem, podem ver a preparação desta receita no meu canal de YouTube, “Lydia Ribeiro”. Boas Festas!

Ingredientes:
500 g de abacaxi fresco (cortado aos cubos, depois de descascado)
90 g de farinha
150 g de açúcar
90 g de coco ralado
40 cl de leite de coco
4 ovos

Preparação:
Numa taça, misturar a farinha, o açúcar e juntar os ovos inteiros.
Bater estes ingredientes até obter uma mistura homogénea.
Acrescentar o coco ralado e o leite de coco.
Juntar o coco e envolver bem.
Colocar em formas untadas e polvilhadas de farinha.
Cozer em forno a 200ºC, cerca de 40 minutos.

 

CAMARÕES SALTEADOS E BACALHAU CONFITADO

por Nuno Carvalho | Farmacêutico

A minha proposta para a ceia de Natal tem como base a receita tradicional de Bacalhau e outras iguarias que fazem parte da mesa de alguns Pombalenses e Portugueses. Ficam aqui as propostas para a entrada e para o prato principal.

Entrada: Camarões salteados com alho e malagueta (4 pessoas)


Descasque 800 g de camarões deixando a cabeça e a barbatana caudal. Descasque o alho, retire o gérmen e corte em lâminas finas. Abrir uma malagueta ao meio e retirar as sementes e cortar em pedaços finos. Numa frigideira antiaderente coloque um pouco de azeite e salteie os camarões, a meio coloque a malagueta e o alho e salteie mais um pouco. Por fim, junte a manteiga e tempere com sal a gosto e coentros. Caso goste pode regar os camarões com um pouco de sumo de limão ou lima.

Prato principal: Bacalhau confitado com broa e espinafres em cama de puré de batata (4 pessoas)

Colocar num tacho 4 postas de bacalhau e cobrir apenas o fundo do tacho com um pouco de água, azeite e louro. Levar ao lume e deixar o bacalhau cozer em lume brando, sem deixar ferver. Quando o bacalhau acabar de cozer, lascar e limpar as peles e espinhas. Esfarelar a broa de milho, juntar dois dentes de alho bem picados, regar generosamente com azeite e envolver bem. Preparar um puré de batata. Cozer a batata ate ficar macia, esmagar a batata, adicionar um ovo, um pouco de leite meio-gordo, tempere com pimenta e noz-moscada. Passar a varinha mágica para o puré ficar com textura mais homogénea. Cortar uma cebola as rodelas fininhas e picar 2 dentes de alho, colocar num tacho. Levar ao lume com um pouco de azeite, deixando cozinhar até a cebola alourar, adicionar os espinafres e deixar saltear. Adicionar, por fim, as lascas de bacalhau e envolver cuidadosamente. Temperar com noz moscada e pimenta. Numa travessa montar em várias camadas, uma primeira de puré de batata, depois uma do preparado de bacalhau com espinafres e por fim uma de camada de boa. Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 15 a 20 min.
Para acompanhar, um vinho branco maduro frutado.

Que o Natal traga consigo os presentes da esperança, da liberdade, do amor e da felicidade.

 

TRONCO DE NATAL

por Regina Ferreira | Cabeleireira e Formadora

Está a chegar a época dos exageros gastronómicos.

Mesas cheias de salgados, comidas fartas e doces tentadores. Bastam duas semanas e deitamos tudo a perder, passando o limite no exagero calórico permitido. Resultado, vários quilos a mais e uma frustração para voltar a fazer as pazes com a balança.

Mas, não é porque este período nos oferece maioritariamente comida calórica que não existem, já, muitas opções mais saudáveis e que nos permitem desfrutar da época sem sair do foco.

Fui desafiada a fazer uma receita saudável típica de Natal. A primeira que me ocorreu foi o Tronco de Natal, sempre presente nas mais diversas mesas quer nacionais quer internacionais.

Delicioso, sem farinha, sem açúcar refinado e que chama a atenção a qualquer olhar.

Receita bem fácil e super saudável e não desilude nem os mais gulosos.

Para a massa:
3 claras, 3 gemas
1/3 chávena de açúcar de coco
50 gr óleo de coco
1/3 de chávena farinha amêndoa
1/3 de chávena cacau puro
1 colher chá fermento
1 pitada de sal

Modo de preparação
Bater as claras em castelo bem firme, juntar lentamente o açúcar, depois de envolvido juntar as gemas e continuar a bater sem retirar as varas com que bateu as gemas. Aos poucos adicionar óleo de coco líquido e continuar a bater.
Retire as varas e adicione a farinha, cacau, sal e fermento peneirados.
Envolver delicadamente.
Colocar a massa num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal e levar ao forno pré-aquecido a 180 graus por 8 minutos.
Quando estiver cozido retire e reserve em cima de uma grelha para arrefecer.

Para o recheio e cobertura:
250 gr de chocolate 85 % cacau
50 gr óleo de coco ou manteiga vegetal
200 gr creme de coco ou natas light
1 banana bem madura
Avelãs e amêndoas a gosto

Parta o chocolate em pedaços pequenos e junte o óleo de coco ou manteiga. Leve ao micro-ondas 1 minuto, retire e mexa para envolver os 2 ingredientes, coloque mais 1 minuto caso o chocolate não esteja ainda líquido.
Junte as natas bem frescas e misture bem, adicione a banana bem esmagada e alguns dos frutos secos cortados em pedacinhos pequenos e volte a envolver tudo.
Coloque uma parte da ganache por cima da massa já arrefecida e enrole com a ajuda do papel vegetal.
Depois de enrolado deixe repousar por 10 minutos no frigorífico.
Retire e corte as duas pontas do tronco para as colocar nas laterais para dar efeito de tronco. Barrar a restante ganache em todo o bolo e decorar a gosto.
Surpreenda a família com esta deliciosa receita saudável e sem culpa, porque o Natal não precisa ser gordo.

Se gosta de sugestões saudáveis sem açúcar, sem glúten, receitas para pequenos almoços cheios de cor e sabor visite a minha página de instagram: @gina_de_sousa_ferreira.
Desejo-vos um santo e feliz Natal cheio de boas sugestões saudáveis.

 

MAGRET DE PATO COM MOLHO DE MEL E LARANJA

por Vera Fernandes | Advogada

“Cozinhar é um acto de amor” e como tal, desafio os leitores do Pombal Jornal a prepararem, com dedicação e carinho, estas deliciosas receitas nesta quadra natalícia, para surpreender família e amigos, pois, apesar dos tempos que vivemos não nos permitirem a habitual reunião familiar, é-nos permitido cozinhar para presentear aqueles que estão no nosso coração.
Aproveito a ocasião, para desejar a todos os pombalenses e leitores do Pombal Jornal uma excelente quadra natalícia, onde reine a compreensão, solidariedade, entreajuda e respeito pelo próximo.

Ingredientes:
• 4 peitos de pato
• Sal e pimenta q.b.
• 10 batatas pequenas
• alecrim fresco, q.b.
Molho de laranja:
• 100 ml de vinho tinto
• 50 ml de água
• Sal e pimenta q.b.
• Sumo de ½ laranja
• 3 colheres de chá de mel ou de açúcar

Confecção:
1. Faça o molho: coloque todos os ingredientes do molho num tachinho e leve ao lume, deixando ferver até reduzir para metade.
2. Lave bem as batatas, mantenha a pele, coza-as em água com sal até ficarem um pouco macias. Depois de cozidas, deixe arrefecer ligeiramente, coloque-as uma a uma entre um pano de cozinha dobrado a meio, e dê uma ligeira em cada uma, para abrirem.
3. Enquanto as batatas cozem e o molho reduz, prepare o magret. Faça golpes ligeiros sobre a pele tentando não ferir a carne, dando um efeito de grade. Tempere com sal e pimenta de ambos os lados.
4. Coloque os peitos numa frigideira (das que possam ir ao forno) com um fio de azeite um raminho de tomilho e alecrim, coloque sobre lume brando para derreter a gordura da pele. Retire a gordura derretida que se vai libertando para uma tijela e continue a fritar até dourar bem a pele; no total serão cerca de 8 a 10 minutos, dependendo da espessura da carne, até ter uma pele bem crocante. Vire os peitos e frite do lado da carne durante mais 1minuto no máximo, para selar a carne.
5. Vire novamente os peitos para que fiquem com a pele virada para baixo e leve a forno pré-aquecido a 200º C durante 7 minutos.
6. Retire do forno e coloque os peitos num prato para descansarem 10 minutos, tempo de finalizar as batatas.
7. Enquanto isso, coloque ao lume a frigideira com a gordura que o pato libertou no forno e salteie as batatas de ambos os lados nessa gordura, até dourarem (se necessário acrescente 1 fio de azeite).
8. Corte os peitos em fatias não muito finas, aproximadamente 1 cm, sirva de imediato com as batatas a murro douradas, o molho de laranja quente e uma salada ou rodelas de laranja fresca.

DICAS IMPORTANTES:
• Se os peitos de pato forem mais pequenos reduza um pouco o tempo de forno. Lembre-se que a carne cozinha mais um pouco durante o descanso.
• Um magret perfeito apresenta uma carne rosada no interior.
• Pode fazer o molho e cozer as batatas com antecedência.
• Não corte o magret em fatias muito finas para que a carne não arrefeça rapidamente e não seque.

SONHOS FOFOS

Ingredientes:
250 ml de água e leite (meio por meio)
50 g de manteiga ou margarina
1 casca de limão
Uma pitada de sal
150 g de farinha com fermento
4 ovos (3 se forem muito grandes)
açúcar e canela para polvilhar q.b
óleo para fritar
(dá para fazer cerca de 20 sonhos médios)

Confecção:
Num tacho leve ao lume a água e leite, a margarina, a casca de limão e o sal. Deixe levantar fervura.
Retire do lume, junte a farinha de uma só vez e bata vigorosamente com colher de pau para envolver sem fazer grumos.
Leve de novo ao lume e deixe cozer a massa um pouco até se descolar do fundo do tacho.
Coloque a massa na taça da batedeira eléctrica, retire a casca de limão e deixe arrefecer até amornar, abrindo a massa com a colher de pau para ser mais rápido.
Quando a massa estiver morna, ligue a batedeira no mínimo e vá juntando os ovos, um a um, só depois de absorvido e que junta o seguinte e assim sucessivamente.
Coloque óleo numa frigideira alta e larga, até meio, quando o óleo estiver quente (não demasiado quente) deite colheradas de massa, empurrando rapidamente com o dedo – EU USO UMA COLHER DE SOBREMESA CHEIA COMO MEDIDA – e deixe fritar lentamente com o lume baixo para evitar que dourem rapidamente.
Eles vão dançar no óleo e abrir e rodar e virar sozinhos – deixe-os nesse “baile” até ficarem 3 ou 4 vezes maiores. No final, se já não se virarem sozinhos, dê-lhes uma ajuda para dourarem por igual. Não frite muitos de cada vez. Deixe bastante espaço para crescerem.
Quando estiverem no ponto, retire-os com uma escumadeira, deixando escorrer o máximo de óleo possível e coloque-os sobre papel de cozinha absorvente.
Depois passe por açúcar e canela, ou polvilhe com açúcar em pó, efeito neve, foi esta a opção usada.

DICA IMPORTANTE:
Não frite os sonhos em óleo muito quente, para abrirem e crescerem bem, caso o óleo esteja demasiado quente eles não irão abrir.