Assembleia Intermunicipal contra prospecção de gás

0
98

A Assembleia Intermunicipal da Região de Leiria aprovou uma moção contra a exploração de gás na região, nas concessões designadas por “Batalha” e “Pombal”.
Na moção, a Assembleia Intermunicipal expressa junto das entidades competentes no controlo dos contratos de concessão, a sua “maior preocupação à realização de trabalhos de pesquisa relativos à possível exploração de hidrocarbonetos nas áreas concessionadas”.
Bem como apresentar junto das entidades governativas com tutela nas áreas da Economia e Ambiente a sua “posição firme” de “rejeição de trabalhos” naquelas mesmas áreas, “pelo risco de contaminação dos aquíferos (um dos maiores do país) por hidrocarbonetos e metais pesados”.
A Assembleia Intermunicipal exige, ainda, junto da concessionária Australis Oil & Gas Portugal Lda, que “todas as actividades a desenvolver deverão estar em total concordância com os instrumentos de ordenamento do território de âmbito nacional, regional e municipal em vigor, nunca perdendo de vista ser necessário assegurar a preservação do património histórico e ambiental”, bem assim “garantir da qualidade de vida das populações”.
De referir que a Assembleia Intermunicipal da Região de Leiria, presidida pela pombalense Maria Fernanda Guardado, é constituída por representantes dos dez municípios associados à Comunidade Intermunicipal, como Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós.

Partilhar
Artigo anteriorJSD defende programa de arrendamento jovem
Próximo artigoRemoção de esplanada junto ao Rio Arunca seguiu para tribunal
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.