Assembleia Intermunicipal contra prospecção de gás

0
795

A Assembleia Intermunicipal da Região de Leiria aprovou uma moção contra a exploração de gás na região, nas concessões designadas por “Batalha” e “Pombal”.
Na moção, a Assembleia Intermunicipal expressa junto das entidades competentes no controlo dos contratos de concessão, a sua “maior preocupação à realização de trabalhos de pesquisa relativos à possível exploração de hidrocarbonetos nas áreas concessionadas”.
Bem como apresentar junto das entidades governativas com tutela nas áreas da Economia e Ambiente a sua “posição firme” de “rejeição de trabalhos” naquelas mesmas áreas, “pelo risco de contaminação dos aquíferos (um dos maiores do país) por hidrocarbonetos e metais pesados”.
A Assembleia Intermunicipal exige, ainda, junto da concessionária Australis Oil & Gas Portugal Lda, que “todas as actividades a desenvolver deverão estar em total concordância com os instrumentos de ordenamento do território de âmbito nacional, regional e municipal em vigor, nunca perdendo de vista ser necessário assegurar a preservação do património histórico e ambiental”, bem assim “garantir da qualidade de vida das populações”.
De referir que a Assembleia Intermunicipal da Região de Leiria, presidida pela pombalense Maria Fernanda Guardado, é constituída por representantes dos dez municípios associados à Comunidade Intermunicipal, como Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós.

Partilhar
Artigo anteriorJSD defende programa de arrendamento jovem
Próximo artigoRENDALÍSSIMA | 12 truques para um ano brilhante
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal”, quinzenário com o qual deixou de colaborar no final de Maio de 2020.