Residência Sénior Senhora do Cardal deve abrir em Julho

0
1208

A Residência Sénior Senhora do Cardal deverá entrar em funcionamento no próximo mês de Julho, revelou ao nosso jornal o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Pombal, sublinhando que “a obra do novo lar está pronta” e “dentro de dias vamos abrir as inscrições”.
“Pensamos que em Julho será possível abrir o novo lar, mas ainda não sabemos se será logo no início ou mais para o fim do mês”, disse Joaquim Guardado, adiantando que “estamos a ultimar as coisas”.
“A obra do novo lar está pronta”, “falta apenas a questão da burocracia, as vistorias das várias entidades e testar os equipamentos”, contou o provedor, referindo que estes trabalhos estão a decorrer. Já a inauguração será num momento posterior à abertura, uma vez que “a direcção pretende inaugurar a Residência Sénior já em funcionamento e com alguns utentes”.
O novo lar da Santa Casa da Misericórdia de Pombal tem capacidade para 37 utentes, divididos por 21 quartos individuais e duplos. “É um projecto arrojado e mais virado para o futuro”, congratula-se Joaquim Guardado, exaltando as “áreas bem arejadas e com muita luz solar, espaços para as pessoas poderem estar e varandas grandes”.
A Residência Sénior tem “espaços significativos para dar qualidade de vida às pessoas que ali venham a residir”, permitindo “corresponder às novas tendências e às necessidades cada vez mais exigentes dos utentes”.
A nova valência da Misericórdia de Pombal vai empregar 15 funcionários, ficando também a contar com o apoio dos colaboradores do Lar Rainha Santa Isabel, onde estarão centralizados os serviços de cozinha e lavandaria por uma questão de “economia de custos”.
Para isso, a instituição construiu uma nova lavandaria, com mais área, para dar apoio a estas duas unidades, a qual entrou em funcionamento há cerca de um mês.
De referir que a construção da Residência Sénior Senhora do Cardal representa um investimento superior a 2,5 milhões de euros (acrescidos de IVA), que “não tem qualquer comparticipação do Estado”.
“A construção desta estrutura foi financiada pela Misericórdia de Pombal, com um apoio no valor de 500 mil euros da autarquia e a contratação de um empréstimo de 1,5 milhões de euros junto de uma entidade bancária”, frisou o provedor, salientando que “esta obra é uma referência e um orgulho para a Misericórdia”, que “dignifica, não só a instituição, mas também o concelho de Pombal”.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 03 de Junho