Presidente da República agracia Narciso Mota com Comenda da Ordem de Mérito

0
1184

O Presidente da República agracia o ex-presidente da Câmara de Pombal, Narciso Ferreira Mota, com a Comenda de Ordem de Mérito que lhe será entregue amanhã, sexta-feira, numa cerimónia que decorrerá às 11:30 horas no Palácio de Belém, em Lisboa.

A decisão do Presidente da República, Cavaco Silva, visa reconhecer o “papel insubstituível dos autarcas portugueses para o desenvolvimento do nosso país e para o reforço da coesão territorial.”

Recorde-se que em Novembro de 2013, Narciso Mota foi agraciao pelo actual executivo municipal com a Medalha de Honra do Município, grau Ouro. O elenco camarário liderado por Diogo Mateus considerou que o ex-autarca “foi preponderante no alicerçar do desenvolvimento sustentável do concelho, promovendo de forma altruísta o bem-estar de todos os seus cidadãos”.

Aprovada por unanimidade, a atribuição da distinção a Narciso Mota pretendeu reconhecer a “sua entrega à causa do serviço público, onde desenvolveu importantes acções de procura de descentralização de competências nas juntas de freguesia, de melhoramento do processo administrativo da autarquia, transformando-a mais próxima do munícipe e contribuinte relevantemente para a implementação e dinamização de um poder local mais próximo das populações, mas ágil e empreendedor na acção”.

“A elevação, entrega e disponibilidade inabalável e a nobreza do desempenho da missão autárquica é merecedora de relevo e distinção”, referiu o executivo.

Narciso Mota, de 68 anos de idade, actual presidente da Assembleia Municipal, exerceu as funções de presidente da Câmara Municipal desde Janeiro de 1994 até Outubro de 2013. Em Outubro de 2009 recebeu o Prémio de Mérito Desportivo “Personalidade do Ano” atribuído pela Confederação do Desporto de Portugal, e em Maio de 2012 a Fénix de Ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses.

Para além do autarca de Pombal, são agraciados pelo Presidente da República os antigos presidentes de câmara: Álvaro Pedro (Alenquer), António Mendes (Constância), Artur Pimentel (Vila Flor), Carlos Pinto (Covilhã), Carlos Encarnação (Coimbra), Eufrázio Filipe (Seixal), Francisco Leal (Olhão), Francisco Coutinho (Batalha), Francisco Araújo (Arcos de Valdevez), João Augusto Barradas (Peniche), João Teixeira Fernandes (Murça), Manuel Frexes (Fundão), Maria Amélia Antunes (Montijo) e Parcídio Summavielle (Fafe).

Orlando Cardoso