Jovem de Pombal detido por violar a irmã menor de idade

0
1870

Um rapaz de 19 anos, residente em Pombal, foi detido esta semana pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita da prática de vários crimes de violação, agravados. A vítima é irmã do jovem, actualmente com 14 anos.

O suspeito “aproveitou-se da relação familiar para praticar os abusos, de forma reiterada”, durante pelo menos dois anos. Segundo fonte da Directoria do Centro da Polícia Judiciária, trata-se de uma família considerada perfeitamente “normal” pelo que nada fazia antever da existência de um caso de incesto.

Os abusos terão começado quando a menina tinha 12 anos e o irmão 17, tendo continuado de forma reiterada. Os factos terão acontecido quando os dois se encontravam sozinhos em casa. O rapaz, sem antecedentes criminais e a trabalhar no sector da restauração, terá ameaçado a irmã, proibindo-a de revelar aquele “segredo” que só teria de existir entre eles.

E, assim foi, sem que os pais ou o irmão mais velho se tivessem apercebido de qualquer situação anómala. Contudo, a menina começou a revelar, nos últimos tempos, um comportamento que indiciava que algo não estaria bem, designadamente na escola, onde andava “chorosa” e “apática”.

Foi na escola que a adolescente acabaria por confessar os abusos sexuais de que era alvo por parte do irmão. A escola imediatamente participou o caso às autoridades. Na segunda-feira, 8 de Fevereiro, a Polícia Judiciária iniciou a investigação e na quarta-feira deteve o jovem.

Presente a primeiro interrogatório judicial, o suspeito viu-lhe a ser aplicada, como medida de coacção, a proibição de contactar com a vítima.

ORLANDO CARDOSO (texto)