Município desafia comunidade a associar-se às comemorações do 25 de Abril

0
866

Este ano, as comemorações do 25 de Abril “assumirão uma proporção simbólica”, anunciou hoje o Município de Pombal, através de uma nota de imprensa. “Não desmerecendo a importância da data”, mas atendendo ao Estado de Emergência em que se encontra o país, o programa comemorativo deste sábado, dia em que se assinala a Revolução dos Cravos, inclui o hastear das bandeiras, no edifício dos Paços do Concelho, pelas 09h45, seguindo-se a habitual deposição de uma coroa de flores junto ao monumento de homenagem a Salgueiro Maia, no largo com o mesmo nome, paredes meias com a estação de caminhos-de-ferro. Na cerimónia participam os líderes concelhios dos partidos políticos que têm ou tiveram representantes nos órgãos da autarquia, os elementos do executivo camarário e a presidente da Assembleia Municipal.

Deposição da coroa de flores junto ao monumento de homenagem a Salgueiro Maia [foto de arquivo]
Paralelamente, tem início esta quinta-feira uma iniciativa que pretende assinalar a data “de uma forma participada, aberta e democrática, em respeito pelos cuidados de prevenção sanitária inerentes à pandemia”, anunciou ainda a autarquia. Para isso, a comunidade foi desafiada a partilhar, nas plataformas digitais do município, uma mensagem sobre a liberdade, assinalando-a com o hashtag #LiberdadeResponsável. “Neste 25 de Abril, em casa pela conquista da liberdade, convidamos todos os pombalenses a partilhar o seu conceito de ‘Liberdade’. Partilhem os vossos textos, desenhos, fotografias, vídeos, músicas ou outras formas de expressão, com a hashtag #LiberdadeResponsável”, lê-se. “Ser livre é ser responsável pelos seus actos. No tempo em que vivemos, é particularmente evidente que a conquista da nossa liberdade depende da responsabilidade dos nossos comportamentos, para nos protegermos a nós e aos que nos rodeiam. E essa responsabilidade aumenta, na medida em que aumenta a liberdade”, argumenta ainda a autarquia no desafio lançado.
Com o resultado dos conceitos apresentados será criada uma exposição itinerante que irá percorrer as escolas do concelho, no próximo ano lectivo.

“Pretende-se, assim, valorizar a participação dos cidadãos na construção da liberdade e da vida democrática, remetendo para um exercício responsável dessa participação e enaltecendo aquele que é o espírito democrático e popular do 25 de Abril”, conclui a nota de imprensa.