Hospital prepara criação de unidade de convalescença

0
409
A futura unidade ficará instalada no antigo piso de Cirurgia

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) está a desenvolver o projecto de criação de uma Unidade de Internamento de Cuidados de Convalescença (UICC) para o Hospital Distrital de Pombal (HDP). A futura UICC ocupará a “área subutilizada” situada no primeiro piso do edifício, onde funcionou o Serviço de Cirurgia Geral, entretanto encerrado.
Numa resposta ao Pombal Jornal, o CHL esclarece que a criação daquela Unidade de Internamento de Cuidados de Convalescença “é um projecto inscrito há muito no Plano de Investimento” e visa “suprir uma lacuna existente na região no que respeita a este tipo de unidades.”
“Neste momento, o Conselho de Administração encontra-se a estudar e a concretizar o programa funcional, tendo em vista, no curto prazo, elaborar o projecto que será submetido a candidatura de co-financiamento através de fundos estruturais ou a outro financiamento alternativo para o efeito”, adianta.
Entretanto, no seu Plano de Actividades e Orçamento para 2019, o CHL considera que a criação daquela Unidade no Hospital de Pombal possibilitará “o acesso a cuidados de convalescença aos cidadãos do distrito de Leiria e contribuindo para a promoção de uma rede de prestação de cuidados de proximidade.” “Adicionalmente consideramos que, oferecendo este tipo de cuidados, conseguiremos melhorar o desempenho do internamento de agudos que está, actualmente, esgotado”, lê-se no documento.
Para o CHL, “factores como o aumento da longevidade da população, o aumenta das doenças crónicas, o aumento da população com dependência funcional e a necessidade de reforço das capacidades e competências das famílias, no que concerne à conciliação das obrigações da vida profissional com o acompanhamento do familiar doente, em particular na fase de convalescença são alguns exemplos do motivo pelo qual urge criar uma Unidade de Internamento de Convalescença na nossa região, na medida em que não existe qualquer cama de cuidados de convalescença disponível em todo o distrito de Leiria.”
“Assim, com uma Unidade deste tipo pretende-se promover o tratamento e supervisão clínica, continuada e intensiva, para cuidados clínicos de reabilitação, na sequência de internamento hospitalar, recorrência ou descompensação de processo crónico; e estabilizar clínica e funcionalmente o doente e avaliar e reabilitar integralmente a pessoa com perda transitória de autonomia potencialmente recuperável”, adianta.
Por outro lado, o Centro Hospitalar de Leiria irá investir mais de 50 mil euros na “recuperação e optimização funcional dos espaços afectos ao Serviço de Imagiologia” do Hospital de Pombal, “melhorando as condições de segurança e conforto para utentes e profissionais.”
A empreitada “encontra-se em processo de abertura de concurso público, seguindo-se os trâmites normais nestes processos”, esclarece.

Partilhar
Artigo anteriorCâmara abre novo concurso para concluir o CIMU Sicó por 2,1 milhões de euros
Próximo artigoCâmara delimita área de reabilitação urbana para o Seixo – Emporão
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.