Associação do Outeiro do Louriçal exibe filme que venceu Globo de Ouro

0
355

O Grupo Desportivo Cultural e Recreativo (GDCR) do Outeiro do Louriçal recebe no dia 25 de Maio (sábado), às 21h00, uma sessão de cinema na sua sede (Rua da Barroca), com a exibição do filme “Alma Viva”. A entrada é gratuita mas sujeita a pré-reserva.
Realizado pela luso-francesa Cristèle Alves-Meira, venceu o Globo de Ouro do melhor filme português em 2022 e representou Portugal nos Óscares em 2023.
“Alma Viva” conta a história de uma menina de nove anos, Salomé, que passa o mês de Agosto em Portugal com a avó numa aldeia de Trás-os-Montes, com quem tem uma relação muito especial, e que é considerada pelos restantes habitantes como sendo a “bruxa da aldeia”.
A ideia da organização desta sessão de cinema surgiu depois de uma conversa entre Mickaël Cordeiro, luso-descendente e residente em França, e a realizadora do filme, que lhe indicou todos os passos a seguir para trazer a película à colectividade.
O passo seguinte foi entrar em contacto com o GDCR do Outeiro Louriçal para aferir sobre a possibilidade de exibição do filme na sede da associação, proposta esta que a colectividade recebeu de braços abertos.
No período do confinamento, “já tinha realizado uma série de animações no grupo privado da aldeia, no Facebook, que tem quase 300 membros espalhados pelo mundo, para dar a conhecer e partilhar histórias da aldeia”, conta Mickaël Cordeiro, cujo trabalho de promoção da localidade da freguesia do Louriçal, além-fronteiras, não ficou por aqui. “Convidei também artistas para fotografar ou desenhar as casas, as ruas e as gentes da aldeia”, como Ana Formigo, Mário André Luz e Mafalda Salgueiro. Mas “agora que a pandemia não faz mais parte do nosso dia-a-dia, queria sair do mundo virtual e propor um evento aberto a todos, durante o qual os nossos smartphones ficariam desligados e no bolso”, afirma o luso-descendente, sublinhando que o GDCR do Outeiro do Louriçal “sempre deu muito valor aos trabalhos que tenho desenvolvido e têm estado sempre dispostos a ajudar na sua divulgação”.