Tabernas afirmam união da Mata Mourisca

0
2954

O Largo da Igreja Paroquial da Mata Mourisca vai receber, entre os dias 3 e 5 de Julho, as “Tabernas da Mata Mourisca”. Esta é a primeira vez que a iniciativa se realiza, prometendo cativar o público pela gastronomia e tradição.

A ideia de juntar as associações da Mata Mourisca para promover uma grande festa já era antiga, garante a comissão organizadora, mas só agora se concretizou este desejo de fazer “a promoção e divulgação do que de melhor se faz na nossa terra a nível gastronómico, artesanal, cultural, social e musical”, num evento que foi baptizado como Tabernas da Mata Mourisca. “Não é uma questão política, mas sim uma vontade muito grande de nós termos alguma coisa que também una as associações”, afirmou Maria de Fátima, que representa o Rancho Folclórico “As Camponesas da Mata Mourisca”, acrescentando que a ideia até partiu de uma iniciativa já organizada pelo rancho em anos anteriores, o festival de folclore. “O rancho, só por si, não conseguia fazer uma grande festa”, assume, esperando que, com a união de outras associações, num programa mais vasto e com tasquinhas, o evento ganhe outra dimensão. “Todos vão beneficiar em termos económicos, e hoje em dia o associativismo tem de ser um bocadinho autossuficiente e não se deve estar só à espera dos subsídios”, acredita Maria de Fátima, sublinhando que têm de “cativar as pessoas pelo bom serviço e pela comida”.

O salão paroquial também irá receber um exposição de artesanato, mostrando o que existe na Mata Mourisca ou é feito por pessoas daí naturais, tendo ainda a exposição de empresas. “Procurámos mostrar o que existe na freguesia da Mata Mourisca”, justifica.

O orçamento previsto para a despesa é na ordem dos 11 mil euros, sendo que a União de Freguesias de Guia, Ilha e Mata Mourisca também irá apoiar este investimento, mas com valor que ainda é incerto.

8

A comissão organizadora é composta por elementos representantes de oito associações da Mata Mourisca, nomeadamente o Rancho Folclórico, o Centro Social e Paroquial, a U.D.R.C. Matamourisquense, a Associação de Caçadores, Comissão de Moradores, Amigos dos Bombeiros da 5ª companhia, Grupo de Jovens e a Associação de Bicicletas Antigas do Casalinho da Foz.

ANA DE JESUS (texto e foto)

Notícia publicada na Edição n.º59, de 25 de Junho