O CONCELHO EM ANÁLISE | O estado da educação

0
636

A educação é certamente a área da nossa vida coletiva que mais intimamente se relaciona com o futuro. Num setor que atravessa um dos períodos mais desafiantes da sua história, com um modelo de escola criado no século XIX desajustado para formar jovens criados em ambientes “digitais” e com uma sociedade de si, cada vez mais complexa, exige-se uma educação de melhor qualidade que nos garanta uma população mais qualificada e habilitada para enfrentar novos desafios e adversidades.

PONTOS FORTES:
Estratégia municipal integrada
O município assume um papel de responsabilidade na construção da estratégia municipal que intenciona a implementação de novas formas que fomentem o conhecimento e o sucesso educativo. Tem, através da observação, participação e integração dos demais agentes educativos, tido um papel essencial nesta área, promovendo projetos em diversas várias áreas de intervenção com base nesta lógica de participação e colaboração. O poder local reconhece deste modo, a importância da educação no desenvolvimento do seu território.

PONTOS FRACOS:
Falta de recursos humanos nas escolas
A falta de assistentes operacionais afecta a generalidade das escolas portuguesas, não havendo uma resposta eficaz para que as escolas consigam, sequer, substituir funcionários com baixa médica. Por outro lado, quando se anuncia a abertura de “novos” concursos para admissão de RH, a maioria dessas vagas ou é absorvida por funcionários que já se encontram a trabalhar nas escolas ou são contratos que variam entre 3,5 e quatro horas por dia. Sem condições, como é que se espera garantir um ensino de qualidade?

OPORTUNIDADES:
Revolução digital na escola
A relevância do mundo digital e a consequente necessidade de desenvolver novas ferramentas de aprendizagem para além de se tratar de um enorme desafio, trata-se também de uma excelente oportunidade de fortalecer os sistemas educacionais, disseminar conhecimento e promover a aprendizagem de uma forma mais eficiente e criativa através do potencial dos recursos tecnológicos. A tecnologia a favor do progresso.

AMEAÇAS:
Fim dos chumbos até ao 9º ano
Como em todo o país, também em Pombal precisamos de jovens preparados para os tempos mais difíceis, capazes de contrariar as adversidades que se colocam a um concelho que procura destacar-se entre duas sedes de distrito com muita influência. Precisamos de jovens cada vez mais qualificados que futuramente se tornem em adultos competentes. Assim, fará sentido esta aposta no facilitismo que põe fim aos chumbos até ao 9° ano?.

Nicolle Lourenço
Engª Eletrotécnica | Deputada Municipal PSD
nicolle_lo@hotmail.com