Secretário de Estado inaugura Extensão de Saúde em Santiago da Guarda

0
1543

O secretário de Estado adjunto do ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, inaugura hoje, dia 17 de Julho, pelas 17 horas, as novas instalações da Extensão de Saúde de Santiago da Guarda, no concelho de Ansião.

Trata-se de uma “aspiração antiga da população” e que culmina “num processo com mais de dez anos”, refere a autarquia presidida pelo social-democrata Rui Rocha, enaltecendo que o equipamento “vem dotar a freguesia de um edifício adaptado às necessidades” e, sobretudo, “substituir as instalações actuais, que funcionam há 30 anos num primeiro andar e obsoletas em termos de condições de trabalho e de acessibilidade”.

O novo edifício representa um investimento a rondar os 500 mil euros, tendo a construção custado cerca de 400 mil euros e financiado em 85 por cento pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e em 15 por cento pelo PIDDAC, no âmbito de um contrato-programa celebrado entre o Município de Ansião e a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

Segundo a edilidade liderada por Rui Rocha, a obra foi suportada integralmente pelo município não só devido às “limitações e acesso a financiamento” por parte da administração central, mas também “à urgência da resolução do problema das antigas instalações”.

No entanto, a inauguração da Extensão de Saúde de Santiago da Guarda acontece num momento em que os seus utentes deparam-se com a falta de médicos em regime de permanência. A ARSC esclarece que aquela unidade de saúde “funcionava com dois médicos, um dos quais a tempo inteiro, que se aposentou”. “De acordo com o Agrupamentos de Centros de Saúde Pinhal Interior Norte, está prevista uma vaga para colocação de um médico a tempo inteiro dentro de três a quatro meses”, acrescenta.

A ARSC refere, ainda, que “entretanto, a assistência aos utentes tem sido prestada pela médica da extensão (que se mantém) e com recurso aos médicos do Centro de Saúde de Ansião, que se deslocam à extensão”.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Ansião já anunciou a intenção do município em suportar parte dos encargos inerentes com a contratação de um clínico que se encontra em situação de reformado.

ORLANDO CARDOSO (texto)

Notícia publicada na Edição nº60, de 09 de Julho