Grupo “Os Amigos do Arunca” resgata espécie rara de tartaruga do rio Arunca

0
743

O Comando Territorial de Leiria da Guarda Nacional Republicana (GNR) recolheu uma tartaruga de faces rosadas, Trachemys scripta elegans, este domingo, 14 de Março, em Pombal.
Num comunicado de imprensa, a força de segurança refere que o alerta foi dado pelo grupo “Os Amigos do Arunca”, integrado no Grupo de Protecção da Sicó (GPS), ao Núcleo de Protecção Ambiental (NPA), que recolheu a tartaruga do rio Arunca, nas imediações da cidade de Pombal, e a entregou no Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) do Centro, na Mata do Choupal de Coimbra.

A GNR adverte que, por lei, não é permitido “manter, criar ou comercializar um exemplar desta espécie”. Esclarece, ainda, que “tratando-se de uma espécie invasora com poucos predadores naturais em Portugal, a tartaruga de faces rosadas reproduz-se muito facilmente em estado selvagem, podendo tornar-se um factor de ameaça para a sobrevivência das tartarugas autóctones, uma vez que estão a competir pelo mesmo alimento, e porque podem alterar a genética das restantes espécies”.

Aquela força de segurança, através do Serviço da Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA), apela à denúncia de situações de natureza ambiental e, para o efeito, disponibiliza a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520), destinada, de igual modo, ao esclarecimento de dúvidas.