ETAP termina 2019 com resultado positivo de quase 400 mil euros

0
621

A Escola Tecnológica e Profissional de Pombal (ETAP) terminou o ano de 2019 com um resultado positivo de quase 400 mil euros, revelou o presidente da Câmara Municipal, adiantando que o Relatório de Gestão e Contas já foi aprovado pelo Conselho de Administração e será agora submetido à apreciação da Assembleia Geral.
O Conselho de Administração da PombalProf, sociedade detentora da ETAP, aprovou as contas de 2019, que reflectem um “resultado líquido positivo de 393 mil euros”, ou seja, “superior ao de 2018 e muito longe dos 376 mil euros negativos verificados em 2013”, sublinhou Diogo Mateus.
Deste valor, o Conselho de Administração propõe “transferir 19.600 euros para reservas legais, 150 mil euros para reservas e 100 mil euros para aumento de capital social por incorporação”, o que significa que “o capital social da escola profissional, que era de 100 mil euros em 2013, passará a ser de 600 mil euros em 2020”.
Além disso, a proposta aprovada em Conselho de Administração sugere atribuir “gratificações do balanço aos funcionários do quadro, no valor de 27 mil euros”, e transferir 97.173 euros para resultados transitados.
De acordo com o autarca, os principais indicadores mostram ainda que em 2019 frequentaram a ETAP 486 alunos, distribuídos por 24 turmas, o que revela “um crescimento de 1,2% relativamente a 2013, em que tivemos uma situação muito crítica”.
“Também o número de formandos, que não os que frequentam o ensino profissional, teve um especial incremento, nomeadamente através de acções de formação intercaladas com as empresas”, adiantou o edil, frisando que no ano passado a escola profissional deu formação a 1.391 adultos, ou seja, “mais quase mil que em 2018 e um número bastante acima aos 298 formandos de 2014”.
O ano de 2019 foi também de investimentos para a ETAP, que adquiriu um conjunto de novos equipamentos, que totalizaram “quase 40 mil euros”, concluiu Diogo Mateus.

*Notícia publicada na edição impressa de 23 de Julho