Exploração de caulino ameaça populações

0
1265

Na reunião de câmara do dia 19 de Fevereiro, a questão foi levantada por Marlene Matias, vereadora do Partido Socialista. Em causa estão “mais de mil hectares” de exploração de caulino nos concelhos de Pombal e Soure, com consequências que preocupam a oposição. Em Pombal, as freguesias afectadas serão Almagreira, Pelariga e Redinha.

Marlene Matias expôs os seus receios, recordando que o presidente da União de Freguesias de Guia, Ilha e Mata Mourisca já tinha abordado o assunto e manifestado a sua preocupação na Assembleia Municipal do passado dia 29 de Dezembro. Na opinião da vereadora, trata-se de um “atentado ambiental” e urge informar a população acerca dos riscos inerentes à concessão destas explorações. Além do impacto ambiental, das óbvias alterações que “estas crateras provocam na paisagem” e dos problemas de saúde pública que estas explorações acarretam, a socialista frisou que “ao contrário das eólicas, que de alguma forma trazem algum retorno financeiro às freguesias em que estão implantadas”, aqui nem essa vantagem se verifica.

Leia mais na edição impressa.