Atropelamento junto a rulote termina com pena suspensa

0
1384

Foi lida esta terça-feira, dia 4 de Fevereiro, a sentença determinada pela juíza Rafaela Correia para o jovem responsável pelo atropelamento que resultou em duas mortes e vários feridos junto a uma rulote de venda ambulante, que se fixou numa pena de prisão de três anos e onze meses, suspensa na sua execução, e a contribuição monetária de 3600 euros à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV).

Ficou provado que Henrique Longo seguia com uma taxa de álcool no sangue superior ao legalmente previsto (0,77g/l), o que terá diminuído a destreza na condução, à qual se a associou a desatenção e a velocidade. Apesar da responsabilidade apurada, para o Tribunal, a ameaça de prisão será suficiente para realizar de forma adequada a pretensão de intervir na conduta do jovem de 25 anos. Foram tidos em conta também a sua situação profissional e familiar estável e o facto de não ter antecedentes criminais. As vítimas e familiares manifestaram o seu sentimento de que, com esta decisão, não foi feita justiça.

Leia mais na edição impressa.