Seis meses à descoberta da América do Sul

0
1253

Se é um apaixonado por viagens, não vai querer perder pitada do que aí vem. A partir de Novembro, há uma nova rubrica no Pombal Jornal e conta as aventuras, na primeira pessoa, de Daniela Matinho, a jovem pombalense que no final deste mês parte sozinha à descoberta da América do Sul. Ao longo de seis meses, promete manter-nos ‘presos’ ao papel ou ao ecrã do computador, com as histórias sobre as gentes e as culturas que se vão cruzando no seu caminho.

 

Aos 24 anos, Daniela assume-se como uma apaixonada pelo mundo e viciada em viagens. “Lembro-me de ser pequena e de folhear os atlas lá de casa; de listar todas as capitais europeias como gente grande; de sonhar…De sonhar que um dia haveria de as conhecer. Cresci, mas o gosto não mudou”.
Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade de Lisboa, num abrir e fechar de olhos mudou-se para Paris. Por lá andou durante cinco anos, período que caracteriza como anos de muita aprendizagem, de muitas boas cabeçadas mas também de muita diversão. Paris tornou-se a sua primeira casa e depois de concluir o programa ERASMUS, as portas do mundo do trabalho lá se foram abrindo. “Lentamente, mas abrindo”, recorda. Foi assistente de Comunicação e Marketing e mais tarde responsável de Marketing Digital. Trabalhou em português, inglês, espanhol e francês, mas quando finalmente começou a dominar esta última, pensou que estava na hora de fazer outra coisa.
Dona de um espírito aventureiro, este ano arrumou as malas e decidiu que estava na altura de fazer algo diferente, algo que a preenchesse mais do que a rotina diária francesa, repartida entre o trabalho, a prática de exercício ou as saídas com amigos. É então que decide viajar pela América do Sul, sozinha, durante seis meses. “Tomar esta decisão não foi fácil. Encerrar um capítulo nas nossas vidas nunca é, especialmente quando o futuro é incerto, desconhecido e mesmo perigoso. Mas quando se gosta e se encontra a coragem para o fazer, o melhor é mesmo não olhar para trás”, até porque “azares acontecem e acidentes também, mas deixar que o medo nos impeça de viver também não é bom”, assegura com a determinação que lhe é característica.
Mas porquê a América do Sul? “Sou uma apaixonada pela cultura brasileira e uma amante dos países latinos em geral. Daí a minha vontade de descobrir América Latina”, relata.
Neste desafio, Daniela Matinho conta com o apoio dos pais, ainda que reconheça que “não é todos os dias que uma filha informa os pais que vai para o outro lado do mundo viajar sozinha”. A família dá-lhe asas para voar, mas Daniela sabe que “nada disto é descabido”. Aos 15 anos já ia para Lisboa sozinha, aos fins-de-semana, para estudar Teatro e Arte Dramática.
“Dividi os meus anos universitários entre Lisboa, Paris e Miami. Trabalhei em várias capitais europeias e felizmente já visitei tantos países como anos de vida que tenho”. Por isso, quando comunicou aos pais que ia deixar Paris para viajar pelo mundo, a resposta não podia ser outra: “Ok, “tu já és grande e sabes o que é melhor para ti”. Acima de tudo, acrescenta Daniela, “eles confiam em mim, e isso é óptimo”.
A primeira paragem é já no final deste mês, em Salvador da Bahia, no Brasil. A partir daí, a jovem pombalense tem à sua espera toda a costa brasileira até às Cataratas do Iguaçu, na fronteira brasileira e argentina. Segue-se o mundo hispânico, com paragem obrigatória em Buenos Aires, Santigo de Chile e Lima. “A ânsia de ver o Machu Picchu, de caminhar pela floresta Amazónia, é muita”, afirma.
Objectivo desta missão: descobrir o seu país de sonho para viver.
Para acompanhar Daniela nesta viagem, pode ir visitando o seu site (www.danielamatinho.com), seguir a rubrica mensal que o Pombal Jornal passará a publicar online no final de cada mês (pombaljornal.pt), com muitas fotografias e peripécias sobre o percurso, ou adquirir a edição imprensa que, a partir do dia 10 de Novembro, passa a contar com a rubrica “A VIAJAR”.
Partilhar
Artigo anteriorJoão Gouveia apontado como candidato à Câmara de Pombal
Próximo artigoPondera actualizar o IMI? Cuidado!…
Comunicadora por natureza, é uma jovem cheia de energia e com três grandes paixões: as Viagens, o Desporto e o Marketing. Actualmente a viajar a tempo inteiro pela América Latina, escreve activamente sobre as peripécias, os lugares e as culturas que tem vindo a explorar.