RENDALÍSSIMA | como afugentar mulheres

0
872

O que conta é o interior mas ninguém adivinha a personalidade do outro sem o conhecer. É por esse motivo que os tais primeiros sete segundos em que olhamos para alguém são tão importantes. É nesse curto espaço de tempo que se criam as primeiras impressões e toda a gente faz julgamentos com base na aparência, mesmo que o negue. Depreendemos a idade, o nível académico e o económico de quem vemos sem que uma única palavra tenha sido proferida. Uma forma rápida e eficaz para evitar afastar pessoas interessantes é prestando atenção aos pormenores. Costumo dizer que “pequenos detalhes, grandes revelações” porque são eles que revelam características marcantes acerca de quem somos, do cuidado que temos connosco e do respeito com que lidamos com aqueles que nos rodeiam.
Hoje revelo cinco pormenores carregados de importância em que a maioria das mulheres repara no sexo oposto. Prontos?

 

Mãos descuidadas são indicadores de falta de aprumo. Unhas roídas ou sujas, peles desidratadas e cutículas à vista são tão desnecessárias como a falta de higiene. Não vai passar despercebido, as mãos estão sempre à vista – nem que seja quando estiver a fazer scroll no seu smartphone.

 

Não as queremos demasiado depiladas, a fazer lembrar um stripper besuntado de óleo. Do mesmo modo, não as queremos como um memorial ao Álvaro Cunhal. Retire apenas o excesso, mantenha a sua expressão e apare os pêlos mais compridos.

 

 

Estão na berra há alguns anos e continuam a ser o máximo. No entanto, é imperativo mantê-las bem cuidadas. Existem no mercado tantos produtos específicos que só por preguiça não exibirá uma barba irresistível ao toque – leia-se macia, bem cortada e hidratada. Se o seu aspecto ficar parecido com o de um náufrago, faça da lâmina de barbear a sua melhor amiga.

 

 

Acredita mesmo que lhe ficam bem essas bainhas por fazer? Acha que se usar cinco tamanhos acima do seu parecerá mais elegante e disfarçará as vezes em que ficou em frente à televisão em vez de ir ao ginásio? Esqueça tudo aquilo em que acreditou até agora. Se ninguém tem coragem para lhe partir o coração, estou aqui para isso: as suas calças não lhe ficam bem. Não escolha modelos que não o deixem movimentar-se de tão apertados mas não queira parecer uma criança que vestiu as calças do pai. Acima de tudo, comece a perceber que mandar fazer bainhas não é um luxo. Se tudo isto parecer demasiado complexo, fale comigo!

 

 

Certa noite, conheci um australiano lindo. Tinha quase dois metros de altura e tinha um rosto tão másculo como meigo. Quando finalmente, depois de alguns olhares, ele finalmente ganhou coragem e veio falar comigo, cumprimentei-o enquanto olhava para os seus pés. Assim que vi o que tinha calçado, disse-lhe que me chamava Joana e fugi. Será que adivinha que tipo de sapatos usava? Deixo apenas uma dica: se não tem um estilo com laivos ligeiramente funky como um Lenny Kravitz, nem tente.

Partilhar
Artigo anteriorXadrez alia-se à cultura em mais uma edição do Open Internacional Marquês de Pombal
Próximo artigoMinuto Beleza com Stephanie João
Depois de se dedicar ao Jornalismo, decidiu aprofundar os seus conhecimentos numa vertente menos explorada ao longo da sua formação académica, a comunicação não-verbal. Após uma especialização em Lisboa em Consultoria de Imagem, lançou-se a título pessoal na área da Moda e assume-se em 2018 como a primeira Fashion Therapist do país. Já foi contratada pelo grupo Sonae para realizar serviços de Personal Shopping aos seus clientes, marca presença na Vogue Fashion's Night Out, trabalhou no grupo Creative Concept como responsável pela gestão dos cursos leccionados e pelo departamento de Comunicação da Creative Academy e exerce funções enquanto Social Media Manager de eventos de Moda. Trabalha de perto com grandes marcas de luxo internacionais sediadas na Avenida da Liberdade e com designers portugueses vocacionados para noivas. Em Pombal tem uma parceria com a Quinta da Concha porque apesar de se mover na capital, tem especial gosto pelo trabalho com clientes da zona centro. Contactos: anarendalltomaz@gmail.com || https://www.anarendalltomaz.com/