Pombal disputa com Madrid para acolher prova europeia

0
884

Orlando Cardoso
Pombal está a disputar com Madrid (Espanha) o palco de realização do European Masters Championships Indoor, em 2018, que juntará atletas de 30 países da Europa. A candidatura de Pombal foi apresentada pelo município após uma visita dos responsáveis do European Masters Association (EMA) à cidade, e depois de interesse manifestado aquando de uma convenção, em Outubro do ano passado, na Madeira.
A comitiva que se deslocou a Pombal foi chefiada pelo vice-presidente da EMA, o polaco Jerzy Krauze, que se fez acompanhar pela secretária-geral da associação, a portuguesa Helena Carvalho, e que estiveram reunidos com o presidente da Câmara, Diogo Mateus, e o vereador do Desporto, Fernando Parreira, bem como pelo presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, e representantes da Associação Distrital de Atletismo de Leiria e da Associação Nacional de Atletismo Veterano, entidades que se uniram à vontade manifestada pelo Município de Pombal.
“O encontro, que serviu para avaliar das possibilidades de Pombal receber o European Masters Championships Indoor 2018, permitiu também visitas técnicas às várias infraestruturas desportivas do município”, refere a autarquia, adiantando que, na ocasião, Diogo Mateus “reforçou a vontade do município em receber este evento europeu, e deu conta do trabalho que tem sido desenvolvido em Pombal na promoção desportiva, sendo hoje um concelho com largas centenas de praticantes em mais de uma dezena de modalidades”. “É também o concelho que recebe anualmente os campeonatos nacionais de Atletismo em pista coberta”, adianta.
A decisão final da EMA deverá ser anunciada até final do corrente mês de Fevereiro.

Partilhar
Artigo anteriorOficina de Teatro encerra em clima de grande cumplicidade
Próximo artigoEmigrante de Pombal reunida com Donald Trump
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.