Orçamento de 43 milhões aprovado com uma abstenção

0
883

O Orçamento para 2015 e as Grandes Opções do Plano 2015-2018 do Município de Pombal foram aprovados na reunião de câmara do passado dia 31 de Dezembro, contando com uma abstenção do Partido Socialista e os restantes votos favoráveis. À semelhança do que aconteceu no ano passado, além do presidente da câmara, todos os vereadores fizeram a sua análise de um documento que “traduz uma diminuição considerável da receita prevista, condicionando deste modo a previsão de despesa a executar”. Naturalmente, o próximo quadro comunitário de apoio e eventuais candidaturas do município, poderão alterar esta circunstância. Na ponderação de novos investimentos, pesa ainda o facto de estarem em curso grandes obras, que absorvem uma grande fatia do orçamento para o próximo ano.

Em 2015 a educação volta a estar no topo das prioridades (4,3 milhões), o mesmo acontecendo ao nível dos transportes e comunicações (5,9 milhões) e do saneamento (4,4 milhões).

Adelino Mendes não votou favoravelmente os documentos, assinalando que, no seu entender, deveria existir um reforço no investimento em centros escolares e no saneamento, compensado com uma redução dos gastos na rede viária. Diogo Mateus mostrou o seu desacordo em relativamente a esta posição, defendendo como fundamental a intervenção em vias de transporte, face ao “estado caótico das nossas vias”.

Leia a notícia completa na edição impressa nº 44