Nova técnica permite melhorar eficácia do diagnóstico ao intestino

0
866

O Serviço de Gastrenterologia do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) já dispõe da vídeo-cápsula endoscópica (VCE), permitindo a realização do estudo do intestino delgado. “A nova técnica, indolor, consiste numa cápsula com cerca de 15 milímetros e com câmara de vídeo acoplada, que adquire duas imagens por segundo”, explica o CHL em comunicado.

“A vídeo cápsula permite visualizar o intestino delgado, localizado entre o estômago e o cólon, que constitui um segmento do tubo digestivo com difícil acesso pelos métodos endoscópicos convencionais” e é eliminada nas fezes um a dois dias depois, refere o CHL.

A unidade de saúde adianta ainda que a técnica “é eficaz até 80% dos diagnósticos contra apenas 35% de eficácia dos outros exames”, o que permite um “diagnóstico preciso na maioria das situações”.

O exame é indicado em casos de hemorragia intestinal, cujas causas não foram diagnosticadas por endoscopia e colonoscopia, e no estudo de outras doenças do foro digestivo, revela o comunicado.

Apesar da actual conjuntura, a unidade de saúde continua a investir, dotando o CHL de equipamentos modernos e com maior diferenciação tecnológica, de forma a acompanharmos os avanços da medicina, e sempre com o objetivo de conseguir dar uma melhor resposta às necessidades dos cidadãos, missão primordial do nosso trabalho”, frisa o presidente do Conselho de Administração, Hélder Roque.