Mascote criada por alunos da Escola Básica de Pombal vence concurso da região de Leiria

0
1272

Os alunos da turma F do 4.º ano, da Escola Básica de Pombal, venceram um concurso para criação de uma mascote para o Programa de Sensibilização para as Alterações Climáticas da Região de Leiria, que está a ser implementado pela Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIM-RL).

Agora, “esta mascote, além de figurar nos materiais a serem desenvolvidos no âmbito deste projecto, irá também funcionar como uma personagem amigável e divertida que facilitará a comunicação e interactividade com as crianças da região de Leiria, assumindo o papel de ‘porta-voz’ em matéria de sensibilização ambiental”, explica uma nota da CIM-RL.

A mascote criada pelos alunos pombalenses destacou-se entre os trabalhos apresentados pelas 19 turmas participantes no concurso, representativas de 11 escolas básicas de seis concelhos da região de Leiria, nomeadamente Alvaiázere, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande e Pombal.

A participação dos alunos aconteceu no âmbito de um desafio lançado aos alunos do 1.º ciclo do ensino básico da região de Leiria, com vista a criar uma mascote para o “Programa de Educação, Sensibilização e Informação Pública sobre Alterações Climáticas da Região de Leiria (PESIPAC-RL)”.

Este programa, que está a ser implementado pela CIM-RL, é dirigido ao público infantil e à comunidade em geral com o objectivo de “promover o conhecimento e literacia da população relativamente às alterações climáticas, capacitando-a e sensibilizando-a para a adopção de medidas de autoprotecção e de adaptação para fazer face aos riscos a que a região de Leiria se encontra particularmente exposta”, refere a mesma nota.

A CIM-RL informa ainda que já podem ser consultados alguns dos materiais produzidos no âmbito do PESIPAC-RL, como os manuais interactivos, que servem de suporte para a sensibilização sobre o impacto das alterações climáticas na região de Leiria.

De referir que os alunos vencedores do concurso foram premiados com uma visita ao Oceanário de Lisboa.

Este projecto conta com o apoio da União Europeia e do Portugal 2020, através do Fundo de Coesão, no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).