João Antunes dos Santos chega à estrutura nacional da JSD

0
448

João Antunes dos Santos é desde o dia 26 de Julho o vice-presidente da Juventude Social Democrática (JSD) nacional. O actual presidente da JSD Distrital de Leiria, eleito no final de 2019, integrou a lista encabeçada por Alexandre Poço, que arrecadou 318 votos, contra os 278 da candidatura liderada por Sofia Matos. Com esta eleição, João Antunes dos Santos torna-se o pombalense a chegar mais longe naquela estrutura partidária nacional.

Pombal “não se pode contentar em liderar a liga dos pequenos”, refere João Santos

O dirigente reconhece que fazer parte da lista encabeçada por Alexandre Poço foi uma “escolha fácil”, até porque muito do trabalho desenvolvido nos últimos dois anos, pela “nossa” Margarida Balseiro, “também teve o cunho do Alexandre, que era seu vice-presidente”. Razão mais do que suficiente para que João Antunes dos Santos reconhecesse que o candidato estava “muito bem preparado para liderar” aquela estrutura. Das qualidades que reconhece a Alexandre Poço, o pombalense destaca a “capacidade de trabalho acima da média”, a “qualidade intelectual ímpar”, mas em particular “uma grande vontade de dar o seu contributo para a construção de um país melhor, mais amigo das novas gerações”. Mas para além de “bom político”, João Antunes dos Santos descreve o novo líder da JSD como “uma boa pessoa”, característica que, no seu entender, “é essencial para influenciar as minhas escolhas”, defendendo que “só bons seres humanos podem ser bons políticos”.

“todos sabem que adoro a minha terra e que não me canso de a promover por onde passo”

Sobre o contributo que espera dar à região, o novo vice-presidente da JSD lembra que no mandato que agora chegou ao fim, o distrito de Leiria “estava representado na comissão política nacional ao mais alto nível”, através de Margarida Balseiro Lopes, “que hoje é, aos olhos de todos, um dos melhores quadros políticos, não só do PSD, mas sim de Portugal”. Nesta perspectiva, João Antunes dos Santos assume que a tarefa que tem pela frente não será fácil, mas espera “continuar a dignificar o distrito de Leiria que, ao longo dos últimos anos, conseguiu consolidar a sua importância no seio da JSD”. Uma missão onde não esquece Pombal, até porque, e faz questão de frisar, “todos sabem que adoro a minha terra e que não me canso de a promover por onde passo”. Para o pombalense, o exercício de um cargo nacional “servirá para que continue a mostrar, sempre que possível, as potencialidades da nossa cidade e do nosso concelho. Quero que o país olhe para Pombal como um território ambicioso que tem o dever de, nos próximos 10 anos, se afirmar como o maior centro empresarial e industrial existente entre Aveiro e Lisboa. Quero que olhem para Pombal como uma terra de oportunidades, de desenvolvimento, de crescimento e uma terra onde há qualidade de vida, para todos os cidadãos, dos oito aos 80. Uma terra que não se pode contentar em liderar a liga dos pequenos, mas que deve ambicionar concorrer com os grandes”, sublinha com evidente entusiasmo.

Gosto pela política desde cedo
Desde cedo que João Antunes dos Santos sentiu o gosto “pela política e pela vida em sociedade”. “Conto sempre esta história: ainda andava na escola primária quando me habituei a ler semanalmente os jornais locais de então ‘O Eco’ e ‘O Correio de Pombal’, e lia-os religiosamente de uma ponta à outra, incluindo a necrologia e os anúncios”. Foi por isso, com naturalidade, que resolveu participar activamente na vida política. Por volta dos 15 anos tomou a iniciativa de procurar a JSD, “e não o contrário, como na maioria das vezes acontece”, como faz questão de o frisar.
Nessa época, e através da imprensa local, acompanhava as notícias que saíam sobre o trabalho desenvolvido pelo então presidente da JSD concelhia, Pedro Pimpão, “que não conhecia”, mas que “acabaria por se tornar uma das minhas maiores referências, tal como hoje o é”.

esta eleição é sobretudo um voto de confiança de muitos e muitos jovens

A ideia inicial era ser “um mero militante base, com o intuito de um dia vir a filiar-me no PSD, mas rapidamente fiquei conquistado pela JSD, e as coisas foram acontecendo naturalmente, sem pressas, sem atropelos”, conta. Mas o percurso desenhado desde então haveria de o guiar numa carreira onde foi subindo vários patamares. “Nessa altura não imaginaria que um dia podia chegar a vice-presidente da JSD nacional, pelo que esta eleição, mais do que um reconhecimento destes anos de dedicação à política, é sobretudo um voto de confiança de muitos e muitos jovens. Sinto essa responsabilidade nos ombros”.

 

João Antunes dos Santos é natural de Vila Cã e licenciado em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa, onde, orgulhosamente, diz ter sido aluno de Marcelo Rebelo de Sousa. Tem ainda uma especialização em Direito das Empresas pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. A nível profissional, é advogado desde 2014.
Começou a participar em iniciativas da JSD aos 15 anos e aos 18 integrou a lista do PSD à Assembleia Municipal. Dos 19 aos 22 foi deputado municipal, “experiência que à data muito apreciei”. Aos 22 anos, encabeçou a lista do PSD à Junta de Freguesia de Vila Cã que recorda como uma “uma experiência inesquecível”. Aos 25 anos foi eleito presidente da JSD Pombal e desde Dezembro de 2019 que lidera a JSD Distrital de Leiria. Actualmente é deputado municipal, deputado à assembleia da Comunidade Intermunicipal e, até Dezembro último e durante dois anos, foi presidente da Assembleia de Freguesia de Vila Cã.
A par da política, João Antunes dos Santos teve sempre uma participação activa na vida associativa do concelho, tendo sido o fundador e primeiro presidente do Leo Clube de Pombal. Actualmente é secretário da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Pombal e membro da direcção do Lions Clube de Pombal e da Confraria do Bodo. Integra ainda o Conselho Consultivo do Centro Social de Vila Cã e a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens.