Filarmónica de Ansião com renovação instrumental

0
1327

A comemoração dos 112 anos da Sociedade Filarmónica Ansianense de Santa Cecília foi marcada por uma prenda muito especial – a chegada dos últimos novos instrumentos, dos 25 adquiridos no âmbito do plano de renovação instrumental iniciado em 2013.

Nascida a 18 de Fevereiro de 1903, a Filarmónica Ansianense completou 112 anos, não só de actividade, mas também de ligação à comunidade ansianense. Esta é a convicção de Jorge Cancelinha, actual presidente da direcção, que afirmou ser “um enorme orgulho servir as freguesias do nosso concelho”, sublinhando que “esta dinâmica só existe graças ao contributo de todos”. Se no almoço de aniversário estiveram presentes cerca de duas centenas de pessoas, são milhares as que, ao longo do ano, conhecem a actividade da Filarmónica Ansianense, nas suas diversas vertentes. “A nossa banda está talhada para as festas religiosas, em período de Verão, e em período de Inverno dedica-se a concertos de auditório, a um reportório mais selectivo e para um público mais exigente”, referiu Jorge Cancelinha, lembrando que além banda, há um trabalho importante de vários grupo ligados à instituição. “A Filarmónica Ansianense ganha por esta versatilidade e por esta disponibilidade em se adaptar aquilo que o programa cultural do concelho precisa”, afirmou, dando como exemplos, as actuações da Orquestra Ligeira, do Grupo de Fados, do Coral Polifónico, ou mesmo grupos informais, como as marchas ou os metais.

Em termos de futuro, o objectivo passa por “crescer, não exponencialmente, mas gradualmente e com sustentabilidade”, continuando a ser feita uma forte aposta na formação. “Com esta aposta na formação, aquilo que pretendemos é que todas as nossas valências saiam a ganhar e que melhorem as suas prestações, tanto em quantidade como em qualidade”, firma Jorge Cancelinha. Além disso, garante que estão sempre disponíveis para colaborar e “tendo aqui também uma atenção muito especial para com todas as colectividades nossas congéneres, para as quais temos as portas abertas para cooperação e colaboração”, reforçou o presidente da direcção.

Concluído plano de renovação instrumental

Um dos destaques destes dois anos, foi dado ao plano de renovação instrumental, que se pautou pela aquisição de 25 novos instrumentos. Para conseguir levar a cabo este projecto, foi realizada uma candidatura a financiamento comunitário, através da Terras de Sicó, efectivada em duas fases.

A segunda fase foi concluída mesmo a tempo do aniversário, tendo sido aproveitado este momento para entregar aos executantes os 13 instrumentos que faltavam. Ao todo, foi feito um investimento de 36 mil euros, financiado em 60% pelo PRODER. Foi ainda destacado o subsídio de 5 mil euros atribuído extraordinariamente para este efeito, pela Câmara Municipal de Ansião.

150

A SFASC envolve cerca de 150 músicos, não só na Banda Filarmónica, mas também na Orquestra Ligeira, no Grupo de Fados e no Coral Polifónico.

Nota:

A próxima actividade da Filarmónica Ansianense realiza-se no dia 14 de Março, com uma noite de “Fados & Pianadas” e jantar. A participação terá um custo de 10 euros por pessoa e as reservas podem ser feitas pelos números 915 239 337 ou 916 613 533 .

Ana de Jesus

Notícia publicada na edição n.º51, de 05 de Março