Trilho do Balancé é a nova atracção da freguesia da Pelariga

0
461

A imponente serra de Sicó tem agora um novo motivo de atracção para os adeptos da natureza e dos desportos ao ar livre. A Junta de Freguesia da Pelariga instalou um balancé na zona de Vérigo, próximo das eólicas, e a infra-estrutura, em madeira, tem sido ponto de paragem de praticantes de BTT e de trail ou caminhadas, mas tem despertado, de igual modo, a atenção de inúmeros curiosos.

Têm sido muitos os adeptos de desporto na natureza que têm passado no local

Nas redes sociais são muitas as fotos de quem faz questão de registar a passagem pelo Trilho do Balancé, o que revela o sucesso da instalação. Nelson Pereira, o presidente da Junta de Freguesia, reconhece que esta foi uma boa aposta, mas reparte o êxito com o grupo de praticantes de BTT que, com ele, delinearam o projecto.
A ideia surgiu há pouco mais de um ano, no seio de uma conversa sobre a requalificação do Trilho das Pontes e a necessidade de solicitar apoio à Câmara Municipal para esse investimento que a Junta, entretanto, já tinha assumido. “Se a Câmara desse o apoio para a requalificação das pontes – o que veio a acontecer -, nós avançaríamos com a criação do baloiço”, conta Nelson Pereira. “E assim foi”, recorda o autarca, reeleito para mais um mandato – o terceiro – com as cores do PSD.
O balancé foi instalado no final de Setembro, numa altura em que a Junta de Freguesia colocou também sinalética, em locais estratégicos, indicando o início dos trilhos existentes na freguesia e permitindo, aos que não conhecem a zona, usufruir das rotas marcadas.
Com esta missão concluída, o objectivo é, agora, “criar um miradouro” junto ao balancé, revela Nelson Pereira, e apostar na requalificação do “antigo abrigo do pastor”, cujos vestígios ainda se encontram no local. Uma estratégia enquadrada no trabalho que a autarquia tem vindo a desenvolver na esfera do património natural, uma das principais riquezas da freguesia, e que vai continuar a ser uma das apostas deste executivo, sublinha o presidente. Ao todo, há já cerca de 15km de trilhos marcados, mas a intenção é ir mais além. “Queremos melhorar os existentes e dá-los a conhecer a nível nacional”, destaca o presidente, que diz ainda que estão previstos outros projectos desta natureza, mas que prefere, para já, não revelar.

Presidente da Junta diz que a preocupação tem sido preservar e dar a conhecer os trilhos

Contudo, e ainda que o balancé seja, de momento, uma das grandes atracções daquela zona da serra, o único acesso, através da freguesia da Pelariga, é apenas pedonal, para quem corre, caminha ou anda de bicicleta. Aos que o queiram fazer de carro, a opção é a estrada em asfalto de gravilha, na área geográfica da freguesia da Redinha. Neste caso, o problema são os buracos no asfalto, que dificultam a vida a quem ali se aventure num veículo ligeiro que não seja todo-o-terreno. Uma situação que Nelson Pereira gostaria de ver resolvida, em articulação com o presidente da autarquia vizinha, presidida por Paulo Duarte, assumindo que a resolução do problema permitiria a deslocação de mais pessoas ao local.
Enquanto isso não acontece, o presidente da Pelariga apela a quem visita os trilhos da Pelariga para que “respeitem” a natureza, usufruindo dela sem a destruir.

*Notícia publicada na edição impressa de 14 de Outubro