Festa dos 40 anos da MACORIMA distingue os mais antigos

0
283

Há 40 anos, Ramiro da Mota Gaspar lançou as sementes daquele que é hoje um dos projectos empresariais mais bem-sucedidos da região, no sector dos materiais de construção (cerâmica, artigos sanitários, canalização e climatização). O sócio-gerente tinha, à época, apenas 21 anos, mas determinação e know-how suficientes para saber que estes eram ‘alicerces’ importantes para não se deixar intimidar.
A sociedade unipessoal cresceu, deu lugar à MACORIMA, instalada , junto à Estrada N.Nº1, na localidade de Outeiro da Ranha (freguesia de Vermoil) num projeto conjunto com a também sócia gerente Prazeres Cravo.
Ao longo deste percurso, sustentado numa visão empreendedora, sempre atenta à inovação para dar resposta permanente aos novos desafios, a empresa de materiais de construção delineou um historial de referência que é, na mesma proporção, sinónimo de um ADN onde a resiliência tem sido determinante.
Mas neste trajecto, Ramiro Gaspar faz questão de partilhar as alegrias e tristezas com aqueles que têm contribuído para o crescimento sustentado da MACORIMA. “Foi um caminho que nem sempre foi fácil” e onde “só foi possível” contornar os obstáculos “com a ajuda de todos”.
No evento comemorativo dos 40 anos da empresa, realizado no dia 9 de Abril, o sócio-gerente agradeceu, a uma “equipa” composta por “três vertentes”, o seu contributo para a história de sucesso da casa: fornecedores, clientes e, em particular, os funcionários (mesmo aqueles que já não se encontram ao serviço). Nessa medida, a festa, para além de assinalar as quatro décadas de presença no mercado, foi também pretexto para homenagens. “Não podemos esquecer aqueles que têm estado connosco”, afirmou o empresário, momentos antes de chamar ao palco os dois clientes mais antigos da MACORIMA, com referências a Março de 1982: Hilário Figueirinha da Silva. “Muito obrigado por estes anos todos”, frisou Ramiro Gaspar. Ainda desse período, o empresário distinguiu também aquele que é o segundo cliente mais antigo, António João, ali representado pelo filho.
No rol de distinções, a MACORIMA incluiu, de igual modo, aquele que foi um dos seus primeiros fornecedores e que se mantêm até á presente data, a Masial, Lda – de Cartaria (Albergaria dos Doze), assim como o funcionário mais antigo ao serviço da casa: Adelino Gaspar.
Às palavras de agradecimento deixadas por Ramiro Gaspar juntaram-se as de Prazeres Cravo, também sócia da empresa. “Obrigada aos clientes e fornecedores presentes. Obrigada aos meus colaboradores que, com humildade e responsabilidade, nos ajudam diariamente. Estas vitórias serão sempre de todos nós, visto que nada construímos sozinhos”.

Hugo Gaspar faz homenagem-surpresa à dupla de gerentes

“Não estava no guião”, como o próprio referiu, a pequena surpresa que Hugo Gaspar fez ao pai e mãe, rostos da MACORIMA. Mas para o sucessor de Ramiro e Prazeres Cravo, as quatro décadas desta história de sucesso justificam não apenas a comemoração, mas sobretudo o reconhecimento àqueles que têm sido os seus propulsores. “Estarmos aqui é uma marca”, frisou.
Momentos antes da homenagem, Hugo Gaspar recordou o historial do projecto e, de forma especial, o papel da dupla de gerentes. “A MACORIMA é feita deles e eu olho para a empresa como se fosse uma irmã. Tal como eu, foi mudando de um quarto de criança para um de adolescente e depois para uma casa própria. A MACORIMA também começou numa garagem, depois para uma casa própria, que foi uma instalação intermédia, e tem, nos dias de hoje, a sua moradia, ou seja, as nossas instalações, de que nos orgulhamos”.
Um trajecto marcado pela “dedicação e carinho” “destes pais [dele e da MACORIMA], a quem reconhece “o esforço contínuo e bem-sucedido” que sempre existiu para que, “ao dia de hoje, estejamos a comemorar com esta família toda”.

Ramiro da Mota Gaspar
                                                     Prazeres Cravo

Mas em empresas com esta longevidade, “muitos momentos de superação surgiram, grandes decisões tiveram que ser tomadas”, como é “normal”, lembrou Hugo Gaspar, assumindo que é isso que define o patamar do sucesso. Foram os “pequenos detalhes que fizeram a diferença” para a “sustentabilidade” da MACORIMA e que o jovem gestor reconhece nos pais: “o rigor, o sentido da responsabilidade, o estarem disponíveis para os nossos parceiros e o vivenciar a empresa como se de um filho se tratasse, em que, mais importante do que investir numa roupa de uma marca vistosa, é assegurar que têm alimento suficiente para irem almoçando e jantando todos os dias. Este é que é o segredo, mesmo que haja um sacrifício de forma individual”.
Razões suficientes para que Hugo Gaspar tenha encerrado esta intervenção com uma oferta-surpresa a Ramiro e Prazeres, como forma de agradecimento: uma foto a cada um deles onde aparecem retratados nos primeiros anos da empresa. “Os meus parabéns para o meu pai e para a minha mãe e obrigado por toda esta ‘educação’ que deram a mim e à MACORIMA”.

Autarcas do concelho enaltecem percurso da empresa

Para o presidente da Câmara Municipal, “não há muitas empresas” a comemorarem 40 anos de vida”, mas “para estarmos aqui foram precisas muitas horas de sacrifício”, sublinhou.
“Obrigado por terem arriscado e terem mantido esse risco, apesar de todas as conjunturas”, afirmou Pedro Pimpão.
O edil pombalense elogiou ainda a postura dos seus responsáveis, ao partilharem esse mérito com os funcionários, fornecedores e clientes. “Vim dizer à família MACORIMA ‘obrigado’, que são todos os que estão nesta sala”.
Ao palco subiu também o presidente da Junta de Freguesia de Vermoil, território onde a empresa está sediada. Daniel Ferreira recordou a ligação, de longa data, à família e enalteceu as capacidades do seu fundador, destacando o seu espírito inovador e empreendedor, permitindo à empresa atingir um patamar de referência.
A vizinha freguesia de Carnide também esteve representada no evento pela sua presidente de Junta, Sofia Gonçalves, que deixou os parabéns a toda a equipa. E foi também nesta linha de discurso que o autarca das Meirinhas se dirigiu aos presentes. “Estamos muito orgulhosos da MACORIMA”, começou por afirmar João Pimpão. O presidente de Junta agradeceu a “dedicação” de Ramiro, Prazeres e Hugo à empresa e disse que “quando há organização, trabalho e rigor”, o resultado fica à vista.

*PUBLIREPORTAGEM publicada na edição impressa de 21 de Abril