Caça ao tesouro ajuda a conhecer região

0
737

Um grupo de praticantes de geocaching propõe-se divulgar o concelho de Pombal, e não só, através da criação de geocaches. Primeira actividade foi na Aldeia do Vale, no sábado passado.

O GeoTriangle realizou no sábado passado, dia 17, um evento de geocaching com o objectivo de dar a conhecer o grupo e divulgar o concelho. A primeira parte do evento decorreu no Celeiro do Marquês, localizado na zona histórica de Pombal, onde os praticantes, oriundos de diversos pontos do país, tiveram o privilégio de visitar o edifício e de conhecer o GeoTriangle.

Depois da apresentação, os geocachers foram convidados a percorrer um percurso pedestre, com 18 geocaches, com início e fim na Aldeia do Vale. A caminhada permitiu dar a conhecer aquela que é a aldeia mais antiga ainda habitada do concelho e, ao mesmo tempo, serviu de aperitivo para a divulgação de outros locais espalhados pelo concelho. No final, o GeoTriangle agradeceu à Câmara Municipal de Pombal e à Junta de Freguesia de Vila Cã todo o apoio prestado.

Sobre a iniciativa e as mais-valias do geocaching para a freguesia de Vila Cã, Ana Tenente começou por destacar o sucesso da actividade, acrescentando que os participantes ficaram satisfeitos. “O facto de o Geocaching vir para a Aldeia do Vale é uma forma das pessoas de outras partes do concelho poderem visitar a aldeia mais velha e mais antiga, ainda habitada, do concelho de Pombal”, afirma a autarca. A presidente da junta considera que esta é uma “maneira de abrirmos as portas ao mundo, uma vez que o geocaching não é só a nível nacional mas também a nível internacional”. E conclui: “estamos aqui para receber toda a gente de braços abertos, pois temos uma aldeia magnífica”.

O grupo GeoTriangle tem página no facebook onde é possível ficar a par das actividades desenvolvidas.

Notícia publicada na edição nº48, de 22 de Janeiro