Socialistas ouvem queixas e pedidos na Guia

0
1940

 

A caravana eleitoral do Partido Socialista (PS) de Pombal dedicou esta terça-feira, 26 de Setembro, à zona Oeste do concelho. Sem o aparato normal das campanhas eleitorais, os cabeças de lista à Câmara e Assembleia Municipal, Jorge Claro e Célio Fernandes, respectivamente, visitaram durante a manhã uma empresa e instituições da vila da Guia. Acompanhados pelo cabeça de lista à União de Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca, Hugo Silva, os candidatos ouviram algumas queixas e pedidos.

Se não fosse o carro de som a entoar as músicas de campanha e mensagens de apelo ao voto, a comitiva socialista até passava despercebida. “É uma campanha simples, sem aparato de festa de quem já venceu as eleições”, disse Jorge Claro ao nosso jornal, frisando que “o aparato é um show”.

A deslocação à Guia teve o seu início no Parque Industrial com um contacto com o responsável de uma das maiores empresas ali instaladas: a BioOeste, dedicada à produção de biodiesel a partir da valorização de óleos vegetais usados. Os socialistas ouviram Paulo Gaspar – que em 2013 foi candidato do PS à Junta do Carriço – a traçar a evolução da unidade industrial desde a sua fundação, em 2007, e os investimentos realizados. Mas também queixas relativas à falta de atenção por parte do executivo camarário, designadamente a ausência de condições para poder ampliar as suas instalações e duplicar o número de postos de trabalho, entre outras situações. Factores que levam o empresário a ponderar uma futura deslocalização para o concelho vizinho da Figueira da Foz.

Os socialistas rumaram depois ao centro da vila para visitar a ACUREDE, instituição que acolhe 170 crianças nas valências de creche, pré-escolar e ATL. Ali, o presidente da direcção António Conceição – antigo autarca da Guia pelo PS – conduziu a visita às instalações daquela que é considerada uma das principais instituições do sector do distrito de Leiria, revelando algumas carências e projectos futuros, para os quais espera contar com o apoio financeiro por parte da Câmara de Pombal.

A comitiva aproveitou, ainda, para se deslocar ao edifício vizinho da Unidade de Saúde Familiar onde os candidatos tiveram oportunidade para contactar directamente com os utentes. Ali também ouviram queixas, nomeadamente pelo facto de a sala de espera funcionar em “open space” com os balcões de atendimento, causando alguns constrangimentos no funcionamento e no atendimento dos utentes.

Antes de rumar para a Ilha e Mata Mourisca, Jorge Claro disse ao nosso jornal que os últimos dias de campanha serão dedicados ao contacto directo com a população, terminando as acções na sexta-feira junto dos trabalhadores do município e num jantar promovido pela candidatura do partido à Junta de Freguesia do Louriçal.

O candidato à Câmara está “confiante” num bom resultado na noite de 1 de Outubro. “Aceitaremos qualquer resultado”, afirma Jorge Claro, garantindo que no dia seguinte será a “mesma pessoa”.

Também nesta terça-feira, as principais forças partidárias concorrentes às eleições de domingo, optaram por visitar empresas e instituições. A candidatura PSD, protagonizada por Diogo Mateus, dedicou a manhã à freguesia do Louriçal, enquanto o movimento independente Narciso Mota – Pombal Humano deslocou-se à região Alitém, constituída pelas antigas freguesias de Santiago, São Simão de Litém e Albergaria dos Doze. Também a caravana do CDS-PP, liderada por Sidónio Santos, dedicou o dia a visitar empresas e instituições.

Partilhar
Artigo anteriorCandidatos foram ao mercado a uma semana das eleições
Próximo artigoRENDALÍSSIMA | Mudar
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal”, quinzenário com o qual deixou de colaborar no final de Maio de 2020.