Oclusão/Disfunções temporomandibulares (DTM)

0
1098

A Oclusão é a área da Medicina Dentária que diagnostica, previne e trata dos problemas das más oclusões e disfunções relacionadas com a articulação temporomandibular (ATM). As más oclusões são o mau encaixe dos dentes que pode levar à alteração das funções orais provocando problemas graves na ATM.
As DTM são desordens músculo-esqueléticas envolvendo a ATM, os músculos da mastigação e estruturas anexas. São um grupo heterogéneo e de patologias com manifestação orofacial, cabeça e pescoço, membros ou outras estruturas anatómicas à distância. As DTM podem ser observadas por vários profissionais de saúde: Médicos Dentistas, Médicos, Fisioterapeutas e Terapeutas da fala, entre outros. As pessoas com DTM possuem vários sinais e sintomas que são comuns nesta patologia, dores de cabeça, cansaço dos músculos da face, dor na mastigação, estalido na abertura e/ou fecho da boca, dificuldade de abrir e/ou fechar a boca (maxilar preso), zumbidos, sensação de ouvido entupido, etc. Cerca de 75% da população apresentam sinais e sintomas de DTM atribuindo maior prevalência às mulheres.
As causas das DTM são multifatoriais, e incluem fatores psicológicos e/ou comportamentais associados a hábitos comuns, como apertar e/ou ranger os dentes (bruxismo), morder objetos, roer unhas, mastigar pastilhas, má postura da cabeça, segurar o telefone com o ombro, fatores relacionados com o stress, depressão e ansiedade, traumatismos e distúrbios do sono.
O tratamento é multidisciplinar (Medicina Dentária e Fisioterapia), no momento em que ocorrem alguns destes sinais e sintomas, devem dirigir-se ao Médico Dentista que irá efetuar uma avaliação em conjunto com o Fisioterapeuta de modo a realizarem uma intervenção em simultâneo. Em casos mais específicos é necessário uma abordagem da Psicologia e Cirurgia Maxilo-facial.
O Médico Dentista após avaliar os problemas temporomandibulares através de uma história clínica, exame físico, dentário e das ATM e exames complementares, realizará um correto diagnóstico e um plano de tratamento individualizado. Este plano pode conter um ou mais tratamentos, autocuidado, aconselhamento sobre má postura, prescrição de medicamentos (analgésicos, antinflamatórios, relaxante muscular ou ansiolíticos), confeção de uma goteira (dispositivo em acrílico usado para diminuir os efeitos do bruxismo, ou até para corrigir anomalias articulares), correção da oclusão dentária através da reabilitação oral, ajustes oclusais e ortodontia/ortopedia.
O Fisioterapeuta após uma avaliação, vai aplicar técnicas manuais e exercícios de forma a promover o equilíbrio articular, miofascial e postural das estruturas envolvidas na oclusão, principalmente na região crânio-cervical, crânio-mandibular e temporomandibular. Para o sucesso dos tratamentos são também fundamentais as orientações que o utente leva do profissional de saúde para realizar em casa até ao momento da próxima consulta, pois é necessário um estímulo diário para alcançar os objetivos pretendidos.
É muito importante uma intervenção precoce e sobretudo a procura de aconselhamento aos primeiros sinais/sintomas, facilitando o sucesso dos tratamentos e evitando implicações na qualidade de vida.

Victor Pinto, médico dentista, especialista em Oclusão, na IDEALMED Clínica Pombal
Ana Ferraria, fisioterapeuta, especialista em disfunções da ATM, na IDEALMED Clínica Pombal