Provas do Bodo auxiliam instituições do concelho

0
198

A associação “Os Amigos da Anita” foi a instituição contemplada para receber o donativo proveniente da iniciativa solidária do Intermarché de Pombal, no âmbito das provas desportivas realizadas nas festas do Bodo. A verba foi entregue, na passada sexta-feira, no início da habitual reunião do executivo, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.
À semelhança de anos anteriores, o Intermarché tem doado a uma instituição do concelho uma verba correspondente a um euro por cada atleta participante nas diversas provas do Bodo. Este ano, a destinatária foi a associação “Os Amigos da Anita”, com sede no Casal de Fernão João (Pombal) e que se dedica à recolha e distribuição de bens por instituições e famílias carenciadas.
O donativo, no valor de 2.500 euros, foi entregue às responsáveis da associação por Tomé Lopes, administrador da insígnia comercial.
Por outro lado, o presidente da Câmara Municipal fez a entrega dos prémios relativos às equipas mais numerosas participantes na Caminhada do Bodo. O primeiro prémio, no valor de 500 euros, foi entregue à equipa “Os Bons Pombalenses”, que por sua vez doou a verba à Cercipom. O prémio correspondente à segunda equipa mais numerosa, composta pelos participantes na iniciativa “Desporto para Todos”, será utilizado no âmbito da própria iniciativa dinamizada pelos serviços de desporto da autarquia.
Segundo a Câmara Municipal, a 37ª edição da Praça do Bodo, que decorreu nas últimas festas do Bodo, em Julho passado, contou com cerca de 1.900 participantes, distribuídos pela Prova de 10Kms, a Corrida das Farturas e a Caminhada do Bodo.
“Além de ser uma emblemática prova do atletismo no concelho, na região e no país, a Prova do Bodo tem-se vindo a distinguir ao longo dos anos pela sua capacidade de mobilizar a sociedade, não só para a prática desportiva, mas também para as causas sociais”, refere a autarquia.

Partilhar
Artigo anteriorRENDALÍSSIMA | Makeover Total
Próximo artigoFeira de Doçaria Conventual regressa a Figueiró dos Vinhos
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.