Guia vai ter centro escolar de dois milhões de euros

0
929

A Câmara de Pombal vai investir pouco mais de dois milhões de euros na construção de um centro escolar na vila da Guia, dotado de quatro salas de aula para o primeiro ciclo do ensino básico e duas salas para jardim-de-infância. O edifício, com uma “linha arquitectónica moderna” terá uma ligação funcionar ao recinto da Escola C+S local, sede de agrupamento, “facilitando assim qualquer tipo de funcionamento conjunto que se venha achar pertinente entre as duas escolas”, refere a respectiva memória descritiva.
Na última reunião camarária, o executivo aprovou a abertura de concurso para a empreitada, que não terá fundos comunitários, sendo integralmente suportada pelo orçamento municipal.
O novo centro escolar será distribuído por um só piso, e terá, para além das respectivas salas de aula, zona administrativa, um refeitório, biblioteca, sala multiusos/ recreio coberto interior, salas polivalentes, espaços de recreio exteriores, e um recinto polidesportivo.
Segundo o arquitecto João Vinhas, do Gabinete de Projectos da própria autarquia e já autor de outros projectos de centros escolares construídos no concelho, o acesso àqueles espaços “pode ser compartimentado conforme as necessidades, através da abertura ou fecho das portas existentes, de forma a poder-se controlar o funcionamento de uma ou de outra valência [escola 1º ciclo e jardim-de-infância] de forma independente, sem colocar em causa o seu pleno funcionamento com as áreas comuns”.
A empreitada, com um prazo de execução de 540 dias, contempla, ainda, os arranjos exteriores dos espaços envolventes, designadamente a terraplanagem, arborização e vedação do terreno contíguo.
A construção do Centro Escolar da Guia era uma das intenções da Câmara Municipal, desde há alguns anos, e surge num momento em que se encontram em fase de conclusões as obras de requalificação da Escola C+S, no âmbito de um protocolo celebrado entre o município e o Ministério da Educação.
Por outro lado, a autarquia, presidida por Diogo Mateus, está a desenvolver os projectos para a construção dos centros escolares de Vila Cã e da Pelariga, de forma a completar a rede de novos edifícios em todas as freguesias.

Partilhar
Artigo anteriorObras de meio milhão vão requalificar o Jardim do Cardal
Próximo artigoAntónio Monteiro distinguido com Prémio Carreira
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.