Melhores montras de Natal aliam criatividade e ecologia

0
775

As montras são um dos grandes aliados na dinamização das vendas e são responsáveis, segundo os especialistas, por cerca de 70 a 80 por cento das vendas. Além de valorizar a loja, a montra pode determinar a vontade do cliente entrar ou não no espaço, mesmo quando a compra não estava planeada.

Na Rua Dr. António José Teixeira (antiga Rua Direita), a Cila Flores é um exemplo da forte aposta neste tipo de comunicação. Este Natal, e pela primeira vez, Cecília Ferreira, a proprietária, aceitou o desafio da organização do concurso Eco-Montras e colocou todos os esforços na criação de uma imagem associada à quadra, mas que não descurasse as preocupações ambientais. Ao todo, a comerciante precisou de cerca de 500 garrafas de plástico usadas para criar uma montra que reflectisse os critérios estabelecidos pela iniciativa.

Cecília Ferreira, proprietária da loja Cila Flores

Durante uma semana, sempre ao serão, pôs em marcha a decoração interior e exterior da loja, numa missão quer contou com a preciosa ajuda do marido e dos filhos. A criatividade e originalidade e o recurso a materiais reciclados valeram-lhe a atribuição do primeiro prémio, mas também a possibilidade de viajar até aos Açores, arquipélago que ainda não conhece, oferta da agência de viagens 365. “Nunca pensei ganhar, até porque aderi pelo gosto de participar, mas sem nunca pensar que viria a ser a vencedora”, refere a lojista, um dia depois de lhe ter sido comunicado o resultado do concurso.
A edição deste ano do Eco-Montras distinguiu, ainda, a Kids and You, loja que, tal como Cila Flores, se estreou na iniciativa. Também aqui, a originalidade e criatividade, aliadas à utilização de material reciclado, foram determinantes para que o espaço comercial fosse distinguido com uma menção honrosa. Para Ana Gonçalves, responsável da Kids and You, localizada no Largo do Cardal, no centro da cidade, a imagem deste ano é reflexo de um “trabalho de equipa”.

Sandrina Santos e Ana Gonçalves

Ao longo de cerca de um mês, os tempos livres da família e da colaboradora da casa (Sandrina Santos) foram ocupados a preparar uma decoração que despertasse a atenção de pequenos e graúdos. Nesta missão, a equipa recorreu sobretudo a cartão, papel de jornal, madeira e arbustos. Aos critérios do concurso associaram-se a sobriedade dos tons e a elegância dos apontamentos e da iluminação, que conferiram um resultado que deixou satisfeitos todos os que deram o seu contributo.
Ana Gonçalves reconhece a importância das montras na dinamização das vendas e, desde a primeira hora, a loja tem apostado fortemente em montras temáticas, enquadradas nas datas mais marcantes assinaladas pelo calendário.
O concurso Eco-Montras é uma iniciativa da Associação Comercial e de Serviços de Pombal (ACSP) e da Junta de Freguesia de Pombal, realizada em parceria com o Município de Pombal, com o objectivo de dinamizar os espaços comerciais da cidade, “promovendo a sua actractividade” e, ao mesmo tempo, “sensibilizar os intervenientes para as práticas ambientais sustentáveis”, como justificou Pedro Pimpão, presidente daquela autarquia.
“A sensibilização para uma maior consciência ecológica da nossa comunidade continua a ser assumida como uma prioridade nas várias iniciativas promovidas pela Junta de Freguesia e seus parceiros”, salientou ainda o edil, aquando do lançamento da actividade.
Na edição deste ano participaram 27 montras.