Caminhada solidária na Charneca

0
319

O Centro Sócio-Cultural Recreativo e Folclórico da Charneca vai realizar esta sexta-feira, dia 16, uma Caminhada Solidária. A iniciativa, prevista para as 19h30, insere-se no programa das festas anuais da localidade em honra do Sagrado Coração de Jesus.
Realizada pelo segundo ano consecutivo pela colectividade, o evento percorrerá trilhos locais, “aproximando a população da natureza e dos amigos e vizinhos da terra”, refere a organização, frisando que a actividade “enquadra-se nos objectivos sociais da associação”, designadamente, “na promoção da prática de actividade física e de um estilo de vida saudável.”
“A preservação do legado cultural, histórico e folclórico” bem como a “promoção do convívio intergeracional e partilha de vivências comunitárias” e a “promoção da actividade física e hábitos de vida saudáveis”, são alguns dos objectivos daquela associação presidida por Álvaro Lopes.
Para além do Rancho Folclórico da Charneca, o Centro Sócio-Cultural, que festejou recentemente os seus 43 anos de existência, possui uma equipa de atletas federados que participa em diversos tipos de provas de atletismo, tanto nacionais como internacionais, e ainda o grupo das caminhadas e corridas.
“Desenvolvemos ainda, diversas actividades associadas ao convívio intergeracional e partilha de vivências comunitárias como a comemoração anual do aniversário, aberto à comunidade, o jantar de Natal (destinado a dirigentes, componentes do rancho folclórico associados e voluntários), e outras actividades como a participação na BioArtes (promovida pela Junta de Pombal) e na Feira Nacional de Artesanato e Tasquinhas, nos últimos três anos, onde a associação tem representado a Freguesia de Pombal dinamizando uma tasquinha.”

Partilhar
Artigo anteriorAnsião instala Loja de Cidadão em antiga primária
Próximo artigoAutarca alerta para as consequências devido aos cortes nos colégios
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.