Pombal quer aproximar a Biblioteca à comunidade com semana da leitura

0
715

A semana da leitura, que decorre em Pombal entre esta segunda-feira (dia 7) e sexta-feira (11), apresenta um programa adaptado a todas as idades e com ofertas diversificadas de promoção do livro e da leitura. O principal objectivo é “aproximar a Biblioteca Municipal à comunidade e apoiar o desenvolvimento da mesma do ponto de vista educativo e cultural”, salienta a autarquia, promotora da iniciativa.

“Ler Sempre. Ler em Qualquer Lugar” é o mote para a semana da leitura levar o livro e a leitura fora de portas e aos mais variados públicos, desde crianças a idosos, promovendo “a leitura como acto de prazer, de imaginação e de conhecimento, lugar de encontro, criativo e colaborativo”, refere uma nota da edilidade.

Fora de portas, o Jardim do Cardal será um dos palcos da iniciativa, acolhendo a Feira do Livro Solidária, que consiste na troca de livros por bens essenciais não perecíveis, os quais serão entregues à Conferência de S. Vicente de Paulo para posteriormente os distribuir pelas famílias do concelho de Pombal que apoiam.

Por sua vez, as “leituras em linha”, realizadas em articulação com as comissões sociais de freguesia, têm o objectivo de ao telefone contactar idosos que se encontrem em situação de isolamento partilhando com eles algumas leituras.

O programa inclui também “Histórias ao megafone”, através da acomodação de um megafone na Biblioteca Itinerante que permita, durante a circulação, divulgar o programa da semana da leitura e contar algumas pequenas histórias em vários locais do concelho, designadamente junto a escolas, levando assim a dinâmica da semana da leitura a todo o território.

Além disso, colaboradores do Serviço Educativo da Biblioteca irão circular de bicicleta, parando e lendo para alguém que se encontre na rua, realizando a actividade “à boleia de uma história”.

O programa contempla, ainda, a oficina de ilustração “Se eu fosse um pássaro”, onde Ana Sofia Gonçalves se propõe envolver a comunidade num mundo mágico, nomeadamente da comunidade escolar.

Já para o público juvenil e adulto, a semana da leitura propõe ir “Ao encontro da escrita” numa conversa com dois escritores relevantes. Por um lado, Nuno Caravela, autor dos livros do Bando das Cavernas, dos títulos mais requisitados da Biblioteca Municipal e das bibliotecas escolares. Por outro lado, Nuno Nepomuceno, um escritor para adultos, cujo último livro “A Noiva Judia”, foi recentemente publicado.