Acidente com tractor mata homem nos Motes

0
5641

Um homem morreu esta sexta-feira, 1 de Setembro, na localidade de Motes, na freguesia de Pombal, na sequência de um acidente com um tractor agrícola conduzido por si. A vítima, residente nas proximidades do local do acidente, tinha cerca de 80 anos.

O alerta foi dado pouco depois das 13h30 via 112 para o quartel dos Bombeiros Voluntários de Pombal. Quando os socorristas chegaram ao local depararam-se com a vítima debaixo do tractor numa linha de água. Já não apresentava sinais vitais, tendo o óbito sido declarado no próprio local pelas autoridades de saúde.

Segundo o comandante da corporação, Paulo Albano, o acidente terá ocorrido “há já algum tempo” e tudo leva a crer que o condutor terá perdido o controlo do veículo, tendo este “esbarrado numa barreira e capotado para uma ribeira com pouca profundidade”.

Para conseguir remover o cadáver dos escombros, os bombeiros tiveram de recorrer a material de desencarceramento, bem como ao auxílio de uma máquina retroescavadora particular.

No local estiveram nove elementos da corporação de bombeiros, com uma ambulância, um veículo de desencarceramento e um outro de comando, tendo sido accionada, ainda, a ambulância Suporte Imediato de Vida (SIV) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) com base no Hospital Distrital de Pombal. A Guarda Nacional Republicana tomou conta da ocorrência.

 

Partilhar
Artigo anteriorDaniela Matinho: à descoberta da América do Sul
Próximo artigo(N)A ESCOLA DA VIDA | (Re)inícios
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.