Pombal acolhe encontro nacional das cidades educadoras

0
226

A cidade de Pombal acolhe, esta sexta-feira, o encontro nacional da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras. O evento decorrerá durante todo o dia e deverá contar com representantes de mais de seis dezenas de municípios.
A sessão de abertura está prevista para as 10h00, no Teatro-Cine, com as intervenções de Diogo Mateus, presidente da Câmara de Pombal, e Ana Maria Cabral, vereadora da Educação.
Seguir-se-á a intervenção de Luís Alcoforado, da Universidade de Coimbra, que abordará a temática “Territórios educadores – projectar mudanças, aproveitar oportunidades”.
Ainda da parte da manhã, os participantes terão oportunidade de percorrer a Rota Pombalina, com incidência na zona histórica da cidade.
Após almoço servido no Celeiro do Marquês, decorrerá na Biblioteca Municipal o momento sobre “Valorização de novas competências”, com a apresentação da plataforma “Milage Aprender+”, um projecto sobre matemática desenvolvido pela Universidade do Algarve.
Seguir-se-á a reunião da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, que antecederá uma visita ao “Makerspace Doing Pombal”, instalado na Biblioteca Municipal.
A Rede, que integra 77 municípios, e à qual o Município de Pombal aderiu em 2008, é a “instância de reflexão e debate dos Princípios da Carta das Cidades Educadoras”, coordenando e fomentando as actividades promotoras a nível municipal e nacional.
Procura que os municípios portugueses “incorporem esta filosofia de intervenção nas suas políticas, envolvendo e articulando transversalmente as intervenções das várias entidades e instituições que interagem nas cidades, procurando um trabalho educador a nível municipal e mais amplamente ainda, a nível nacional e internacional.”

Partilhar
Artigo anteriorAlvaiázere adere a programa de medicamentos gratuitos para carenciados
Próximo artigoMaria Luís Brites apresenta ‘Vidas em Chamas’
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.