Autarcas fazem ‘ultimato’ para exigir obras no IC2

0
936

Juntas de Freguesia e Câmara aguardam que a Infraestruturas de Portugal garanta, até final do mês, satisfação das reivindicações. Caso contrário avançam com marcha lenta e outras formas de luta.

A empresa pública Infraestruturas de Portugal têm, até final do corrente mês de Fevereiro, para responder às reivindicações das juntas de freguesia e Câmara de Pombal, relativamente à requalificação do Itinerário Complementar 2 (IC2, ex-EN1). Caso contrário, os autarcas estão dispostos a iniciar uma “luta” que poderá passar pela realização de uma marcha lenta e outras iniciativas de “maior força”.

O anúncio foi feito pelo presidente da Junta de Freguesia de Vermoil, após uma reunião, realizada em Pombal, com representantes da Infraestruturas de Portugal, Câmara Municipal e presidente de juntas de freguesia. Em causa está o projecto de obras de requalificação do IC2 entre Leiria e o limite do distrito de Coimbra, num investimento estimado em 18,8 milhões de euros.

Infraestruturas de Portugal tem até final do mês para responder. Autarcas fazem ‘ultimato’ para exigir obras no IC2.

Notícia desenvolvida na edição impressa de 09 de Fevereiro

Partilhar
Artigo anteriorPrémio Literário volta a homenagear Zé da Serra
Próximo artigoDoceReina investe oito milhões em nova fábrica
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.