Militares do GIPS estiveram em missão na Madeira

0
1579

Um grupo de dez militares, pertencentes à primeira companhia do Grupo de Intervenção e Protecção de Socorro (GIPS) da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Pombal, integrou as equipas de combate aos incêndios que o Governo enviou, na passada semana, para a Madeira.

Entre aqueles operacionais encontra-se um militar natural de Aldeia dos Redondos, na freguesia de Pombal, cuja comunidade local fez questão de o saudar e apoiar naquela missão, num momento tão difícil que se estava a viver no arquipélago.

Contactado pelo Pombal Jornal, o militar recusa-se a comentar aquela missão, alegando falta de autorização superior para o fazer. No entanto, adianta que aceitou aquele desafio desde o primeiro minuto com o objectivo de ajudar o povo madeirense.

De referir que do flagelo pelo qual passaram, os madeirenses souberam agradecer a todos os operacionais que estiveram envolvidos no combate aos violentos incêndios que deflagraram na ilha. Chegando ao ponto de saudar e aplaudir cada veículo operacional que passava por eles.

Por outro lado, a falta de incêndios de grandes dimensões no concelho de Pombal tem permitido que os Bombeiros Voluntários possam ter enviado alguns meios de auxílio para outros fogos que deflagraram nas últimas semanas, em concelhos vizinhos, como Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Ourém, entre outros.

Orlando Cardoso

Notícia publicada na Edição n.º88, de 18 de Agosto