Passeio traz à memória sinais de alerta para doença de Alzheimer

0
1030

O Passeio da Memória volta a sensibilizar para a doença de Alzheimer. Iniciativa decorre em várias cidades e em Pombal está marcada para a próxima semana

passeio-da-memoria
Em 2015, cerca de 200 pombalenses aderiram à iniciativa

Se ainda não o fez, reserve já a tarde da próxima quarta-feira na sua agenda. A 21 de Setembro realiza-se mais um Passeio da Memória, integrado nas comemorações do Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer. Tal como em anos anteriores, Pombal vai associar-se à efeméride, por intermédio da Delegação Centro da Alzheimer Portugal.

A caminhada solidária tem concentração marcada para o Jardim do Cardal, às 18h00, mas a partida acontece meia hora mais tarde, rumo ao açude. Mais do que assinalar a data, o evento pretende “informar e consciencializar para a importância de reduzir o risco de desenvolver demência, para os sinais de alerta da Doença de Alzheimer e, sobretudo, para a importância do diagnóstico atempado”, explica Carla Mariza, responsável técnica da Delegação Centro, com sede em Pombal. As verbas angariadas (cinco euros por participante) revertem, na íntegra, para a Alzheimer Portugal.

Depois de em 2015 o passeio ter juntado duas centenas de pessoas, espera-se que a população local volte a responder, em grande número, ao desafio lançado. Carla Mariza mostra-se optimista, não fosse esta uma comunidade “sensível” e “muito solidária”, não só com esta associação, mas com a generalidade das instituições do concelho. “Muitos equipamentos foram edificados com o contributo da população”, afirma aquela responsável, que nota ainda que “as pessoas de Pombal não só são solidárias, como tomam as ‘causas’ como suas”.

Para Carla Mariza, os pombalenses “empenham-se até cumprirem o objectivo a que se propõem”, dando como exemplo a construção do edifício onde a associação tem sede e que é pertença do Lions Clube Marquês de Pombal. É ali que funciona o Centro de Dia do Marquês, vocacionado para dar resposta a cidadãos portadores de Alzheimer ou de outras demências.

Criada em 2003, a delegação intervém junto da população de seis distritos: Leiria, Coimbra, Viseu, Guarda, Aveiro e Castelo Branco. A direcção é presidida pela médica Isabel Gonçalves.