Ministro da Educação reconhece mérito do centro tecnológico da ETAP

0
859

O ministro da Educação “quebrou” o protocolo da cerimónia de assinatura dos contratos para a implementação de Centros Tecnológicos Especializados (CTE) para felicitar a Escola Tecnológica, Artística e Profissional (ETAP) de Pombal por ter obtido a pontuação máxima de 100%, a qual considerou um “grande resultado”.

Miguel Ferreira (ETAP), João Costa (ministro da Educação) e Jorge Vieira da Silva (director-geral da ETAP)

“Vou quebrar o protocolo”, começou por dizer João Costa, adiantando que “toda a gente sabe que detesto rankings, mas estamos numa cerimónia simbólica em que a ETAP foi a escola com a classificação mais elevada no país, com 100 pontos”. Portanto, “simbolicamente também queria dar os parabéns à ETAP por este grande resultado”.
O CTE da ETAP mereceu destaque na sessão por ter obtido a melhor pontuação a nível nacional, entre as 311 candidaturas apresentadas, tendo alcançado a pontuação máxima de 100%.
“Este foi um verdadeiro concurso”, porque na “primeira fase recebemos mais de 300 candidaturas”, tendo sido seleccionados 104 centros, que representam um “investimento médio de 1,1 milhões de euros” para “infra-estruturas, modernização e transformação do ensino profissional”, afirmou o governante, elogiando as escolas por apresentarem “candidaturas de elevada qualidade”, que pretendem “transformar em termos pedagógicos e curriculares o ensino profissional”.
João Costa sublinhou ainda a “virtude do ensino profissional”, o qual tem contribuído para a “diversificação” do ensino secundário, permitindo “significativamente a redução do insucesso e do abandono escolar precoce”.
O contrato agora assinado permite à ETAP instalar um CTE Industrial, na área da manutenção industrial e metalomecânica, com um apoio ao investimento superior a dois milhões de euros (IVA incluído) em equipamentos e obras.
Desta forma, “a escola ficará dotada com os mais modernos equipamentos utilizados pelas empresas nos domínios da manutenção industrial e da metalomecânica, alguns deles com um cariz de inovação grande, que permitirão que os alunos ali formados possam ser agentes impulsionadores da inovação nas empresas”, realça uma nota da ETAP.
A escola destaca ainda que este é “mais um reconhecimento, entre muitos recentes, da qualidade do trabalho desenvolvido e resultados obtidos por uma vasta equipa de colaboradores”.
De referir que o objectivo do Governo é criar 365 centros tecnológicos num investimento global de 480 milhões de euros. A segunda fase para apresentação de candidaturas decorre até 29 de Maio.